Lidando com obstáculos

Lidando com obstáculos

"O fator mais importante e decisivo na vida não é o que nos acontece e sim a atitude que adotamos diante do ocorrido. A revelação mais certa do caráter da pessoa é a maneira como ela suporta o sofrimento. As circunstâncias e situações podem colorir a vida, mas Deus nos concedeu a graça de poder escolher a cor...".

Charles R. Woodson

"Não consigo fazer isso!".

"Nunca vou fazer nada certo!".

"Já tentei uma vez e não consegui. Pra que tentar de novo?".

Você já disse alguma dessas frases? Esses pensamentos já lhe passaram pela mente? Pela minha, já. Não sei quantas vezes pensei em desistir de tudo.

A maior parte de nós tem uma atitude derrotista. A causa geralmente está em que fomos diminuídos durante tanto tempo, que acreditamos ser normal ou natural para nós ser diminuído. Não podemos vencer porque somos o proverbial "nascido vencido". Uma vez que definimos o nosso problema como sendo o de um perdedor, como poderemos vencer? Eliminamos a possibilidade de êxito. Mas ter previamente "perdido" não é o problema.

O problema está no modo como encaramos nossos fracassos. Um otimista diria que ainda não tivemos êxito.

Talvez o exemplo mais aceito desse princípio seja o de Thomas Edison. Embora Edison fosse considerado um inventor, ele nem sempre foi reconhecido e tão respeitado como atualmente. Quando Napoleon Hill entrevistou Edison pela primeira vez, ele disse: - Sr. Edison, o que o senhor tem a dizer sobre o fato de ter falhado milhares de vezes em suas tentativas de criar a lâmpada elétrica?

Edison respondeu: - Desculpe, mas eu nunca falhei nenhuma vez. Fiz milhares de experiências que não deram certo. Tive de passar por elas para achar um modo que desse certo. Todos temos milhares de experiências de aprendizagem. Assim como se aprende a andar, nós continuamos tentando porque vemos os outros terem êxito.

Não se trata de ter perdido duas, três ou quarenta vezes. Para a maioria de nós é porque não tivemos experiências suficientes de aprendizagem para conseguir ainda.

Muitos acham que, se apenas uma experiência não dá certo, já nos vemos como fracassados e desistimos de tentar. "Eu não posso fazer isso" é a conclusão mais comum.

Será que ela é válida? Dizer que não podemos ter êxito porque fracassamos uma, duas ou mais vezes no passado não passa de uma forma de manifestar o medo de fracassar de novo. E enquanto tivermos esse medo, essa desculpa será usada contra nós e nos bloqueará.

Agora não é o momento de fraquejar. Ao contrário, é o momento de encher-se de coragem. Toda conquista valiosa normalmente só é alcançada depois de ultrapassarmos obstáculos e barreiras em nosso caminho.

A coragem é a qualidade da mente e do coração que nos faz resistir à tentação de parar ou retroceder diante de uma oposição, um perigo ou um sofrimento. Ela implica em reunir todas as nossas forças para atingir o alvo. A coragem é a firmeza de espírito e a coluna dorsal dos princípios que nos fazem prosseguir até alcançar o sucesso, sem deixar de avaliar e de calcular corretamente os riscos envolvidos.

A maneira de lidarmos com esses problemas determinará o nosso sucesso ou fracasso. Há quatro maneiras típicas de lidar com problemas; duas delas levam ao fracasso certo, uma delas torna o sucesso mais difícil, mas ainda possível e, a última, ao sucesso definitivo.

A primeira maneira de reagir a um obstáculo é permitir que ele nos faça retroceder. Esse caminho conduz ao fracasso e revela falta de coragem e determinação, o que é necessário para o sucesso de qualquer empreendimento.

A segunda maneira é deixar que o obstáculo nos detenha. Pode ser que não fujamos ou retrocedamos, mas também não avançamos. Se permitirmos que os obstáculos nos detenham, estamos perpetuamente derrotados e frustrados, mesmo que continuemos agarrados aos nossos sonhos.

A terceira maneira de lidarmos com um obstáculo com que nos deparamos exigem uma mudança de planos, desde que esta seja a melhor opção. Uma simples mudança de planos ainda pode permitir que prossigamos até o sucesso final. Mas, se deixarmos que os obstáculos mudem o nosso curso muito facilmente, as possibilidades de sucesso ficarão muito reduzidas.

Saber quando mudar o nosso plano requer muita sabedoria. Às vezes, para alcançarmos o sucesso, devemos deixar a sabedoria prevalecer sobre a coragem e determinação. A determinação e a coragem são essenciais, mas devem ser controladas pela inteligência.

A quarta maneira de lidarmos com um obstáculo é superá-lo, tirando-o do nosso caminho em vez de permitir que ele nos tire do caminho. Esta é em geral a melhor maneira de lidar com um problema e por isso deve ser a nossa primeira abordagem.

Agora não é momento de fraquejar. Ao contrário, de reagir. Então o que está esperando? Vamos, reaja!

Comente

Últimas