Liderar ou ficar a reboque

Liderar ou ficar a reboque

Não procure proteger sua posição nem sua situação atual. Prefira ser uma pessoa que está na ofensiva, não na defensiva.

As pessoas que vivem na defensiva jamais se elevam acima da média. Em vez disso, tome iniciativa. As pessoas tépidas, indecisas, nunca são seguras, independentemente de sua condição social, formação ou posição profissional.

Jamais permita que sua procura por equilíbrio se transforme em desculpa para não tomar a iniciativa única, radical e intrépida necessária para liderar. Muitas vezes a tentativa de manter o equilíbrio na vida é na verdade uma desculpa para se manter na zona de conforto. Seja forte e corajoso.

Quando decidimos ficar na ofensiva, a atmosfera de nossa vida começa a mudar. Por isso, se você não gosta da atmosfera de sua vida, decida colocar-se na posição ofensiva. Assumir a ofensiva não é apenas uma ação realizada no exterior do indivíduo; é também uma decisão interior.

Quando você de fato decidir ficar na posição ofensiva, mantenha impessoais todos os seus conflitos. Combata o problema, não a pessoa. Você vai descobrir que quando todas as suas razões são defensivas, sua causa quase nunca é bem-sucedida.

Estar na ofensiva e tomar a iniciativa são chaves mestras que abrem as portas da oportunidade em sua vida. Aprenda a criar o hábito de tomar a iniciativa e nunca comece seu dia na neutralidade. Toda manhã, quando se levantar da cama, deve pensar na ofensiva, assumir o controle de seu dia e de sua vida. Não fique como algumas pessoas que perdem uma hora da manhã e passam o resto do dia tentando recuperá-la.

Retraindo-se e ficando na defensiva, você normalmente aumenta o problema. A intimidação sempre precede a derrota. Se não tiver certeza de que caminho tomar, converse com Deus e seguida caminhe com fé para a solução do problema.

Seja como os dois pescadores que ficaram presos por uma tempestade no meio de um lago. Um virou-se para o outro e perguntou: "Devemos pedir ajuda a Deus ou remar?". O sábio colega respondeu: "Façamos as duas coisas!" Isso é tomar a ofensiva. Lidere e não fique a reboque.

Comente

Últimas