Operação férias com os filhos

Operação férias com os filhos

Para a maioria das crianças, os meses de julho, dezembro e janeiro correspondem às férias escolares. É um tempo para descanso e lazer, indispensável à saúde física e mental.

Curtir a casa dos avós, os primos, viajar para o campo ou a praia... O que fazer nesse período tão aguardado? Muitas vezes as férias das crianças não coincidem com as dos pais. Nessa hora surge o velho dilema: onde deixar os filhos e como conviver com eles, apesar da rotina de trabalho?

É muito importante para as crianças compartilhar as férias com os pais. Por isso é preciso reservar algum tempo para elas, se possível, todos os dias. Se o tempo dos pais é pouco, deve-se priorizar a qualidade do relacionamento, de modo que os laços de família se estreitem de maneira saudável e natural.

Uma ida ao shopping, um passeio rápido por uma praça ou sorveteria, ou uma brincadeira em casa já preenche a necessidade de afeto da criança. Alguns pais se preocupam muito com o conforto dos filhos e às vezes se esquecem de demonstrar afeto e carinho por eles. Conforto é importante, porém afeto e carinho são indispensáveis para o desenvolvimento emocional equilibrado das crianças.

Antigamente as crianças podiam ficar brincando tranqüilamente com seus amigos nas ruas e praças. Hoje isso não é mais possível. Por isso, muitas escolas continuam abertas nas férias, oferecendo atividades lúdicas. Colônias de férias e clubes também proporcionam lazer monitorado, com recreação, jogos e outras atividades, dentro e fora da instituição.

O período de férias pode ser mais bem aproveitado para o desenvolvimento da criança se ela for estimulada a manter bons hábitos, como a leitura e os jogos infantis. A leitura deve fazer parte do lazer da criança. É preciso reservar algum tempo para um bom livro todos os dias. Os pais devem dar o exemplo e incentivar esse gosto.

Os contos de fadas trabalham a imaginação da criança, pois ela transfere suas emoções, frustrações e expectativas para os personagens. Assim, ela começa a elaborar suas questões íntimas e amadurecer de forma saudável. Nesses momentos mágicos, a criança descobre na literatura um prazer que pode acompanhá-la pelo resto da vida.

Trocar livros com amigos, e depois comentar sobre o que se leu e entendeu, é um ótimo exercício para desenvolver a habilidade de falar com clareza e sem inibição. A leitura constitui também um parâmetro para os pais perceberem o grau de amadurecimento dos filhos. As férias são um bom momento para os pais incentivarem os filhos a se tornarem leitores habituais.

Fugir do excesso de exposição ao computador não é fácil, principalmente no período de férias. Um erro freqüente de muitos pais é considerar o estudo uma obrigação e o uso do computador uma fonte de prazer. Isso acontece quando os pais cometem o erro de estabelecer que a criança só poderá usar o computador como prêmio, depois de terminar as tarefas escolares. As crianças desde cedo devem aprender a associar o aprendizado ao prazer de adquirir conhecimento.

Nessas férias aproveite para demonstrar todo carinho e amor que você sente pelos seus filhos.

É muito importante para as crianças compartilhar as férias com os pais. Por isso é preciso reservar algum tempo para elas, se possível, todos os dias. Se o tempo dos pais é pouco, deve-se priorizar a qualidade do relacionamento, de modo que os laços de família se estreitem de maneira saudável e natural.Uma ida ao shopping, um passeio rápido por uma praça ou sorveteria, ou uma brincadeira em casa já preenche a necessidade de afeto da criança. Alguns pais se preocupam muito com o conforto dos filhos e às vezes se esquecem de demonstrar afeto e carinho por eles. Conforto é importante, porém afeto e carinho são indispensáveis para o desenvolvimento emocional equilibrado das crianças.

Se o tempo dos pais é pouco, deve-se priorizar a qualidade do relacionamento, de modo que os laços de família se estreitem de maneira saudável e natural Antigamente as crianças podiam ficar brincando tranqüilamente com seus amigos nas ruas e praças. Hoje isso não é mais possível. Por isso, muitas escolas continuam abertas nas férias, oferecendo atividades lúdicas. Colônias de férias e clubes também proporcionam lazer monitorado, com recreação, jogos e outras atividades, dentro e fora da instituição.O período de férias pode ser mais bem aproveitado para o desenvolvimento da criança se ela for estimulada a manter bons hábitos, como a leitura e os jogos infantis. A leitura deve fazer parte do lazer da criança. É preciso reservar algum tempo para um bom livro todos os dias. Os pais devem dar o exemplo e incentivar esse gosto.

Os contos de fadas trabalham a imaginação da criança, pois ela transfere suas emoções, frustrações e expectativas para os personagens. Assim, ela começa a elaborar suas questões íntimas e amadurecer de forma saudável. Nesses momentos mágicos, a criança descobre na literatura um prazer que pode acompanhá-la pelo resto da vida.

Trocar livros com amigos, e depois comentar sobre o que se leu e entendeu, é um ótimo exercício para desenvolver a habilidade de falar com clareza e sem inibição. A leitura constitui também um parâmetro para os pais perceberem o grau de amadurecimento dos filhos. As férias são um bom momento para os pais incentivarem os filhos a se tornarem leitores habituais.

Fugir do excesso de exposição ao computador não é fácil, principalmente no período de férias. Um erro freqüente de muitos pais é considerar o estudo uma obrigação e o uso do computador uma fonte de prazer. Isso acontece quando os pais cometem o erro de estabelecer que a criança só poderá usar o computador como prêmio, depois de terminar as tarefas escolares. As crianças desde cedo devem aprender a associar o aprendizado ao prazer de adquirir conhecimento.

Nessas férias aproveite para demonstrar todo carinho e amor que você sente pelos seus filhos.

   

Comente

Últimas