Pensando que não vai conseguir?

Pensando que não vai conseguir

Para obter sucesso e poder dar continuidade ao seu programa alimentar estipule metas curtas, passo-a-passo.

As pessoas que desejam eliminar alguns quilinhos (independente de quantos...) e buscam um programa de reeducação alimentar, antes mesmo de começarem já ficam pensando que não vão conseguir. Algumas se baseiam em experiências negativas passadas, em que fizeram de tudo e não conseguiram. Ou até conseguiram, mas depois de algum tempo voltaram ao peso anterior. Somam decepções, frustrações e sentem muita dificuldade em tentar de novo com medo do resultado ser o mesmo.

Começam já pensando no total de quilos que desejam eliminar e esperam que isso aconteça muito rápido. Ficam ansiosas para obterem uma confirmação que dessa vez será diferente! Mas querem que seja hoje! Como se amanhã não adiantasse mais, pois será muito tarde. Perfeitamente compreensível, visto que já tentaram infinitas vezes, mas será que pensam no que deixaram de fazer no decorrer desse tempo? Quanto tempo já se passou?

Um programa de reeducação alimentar faz parte de um processo e este deve ser contínuo, sem interrupções, só assim os resultados poderão se manter. De nada adianta querer ter pensamento mágico. Assim só encontrarão mais frustrações e mais desânimo e nada do que esperam acontecerá.

Começa assim um círculo vicioso: já iniciam o programa pensando que não vão conseguir ou se impõe um prazo muito curto para atingirem o resultado. Fazem tudo certinho por uns dias, mas como nada acontece num passe da mágica, ao não verem resultados imediatos, desanimam, se deprimem e, para compensar tanta insatisfação, comem mais e mais, gerando cada vez mais insatisfação.

Tudo parece se tornar motivo para comer, não importa se por tristeza ou alegria. Assim, vão se sentindo cada vez mais incapazes de conseguirem. Pensar que não vai conseguir é característica da baixa auto-estima, colocando sempre em dúvida sua capacidade. Geralmente são pessoas que se cobram em excesso, estão sempre se criticando e se acham incapazes.

Ao perceberem que não estão conseguindo da maneira que desejam, ou seja, muito rápido, desanimam. Na verdade, todas as pessoas podem conseguir o que desejam, mas é preciso dar um tempo para o processo acontecer. O que falta na verdade não é só auto-estima, falta mesmo é amor-próprio.

Claro que nem sempre há clareza nisso tudo. É preciso compreender que o que se faz sem controle pode ter uma motivação de um conflito inconsciente. A compulsão, o alimentar-se sem controle, é uma ação do inconsciente. Para conseguir obter mais controle é preciso equilibrar consciente (que pensa e sabe o que faz) com o inconsciente (que faz de qualquer jeito e sempre com intenção de suprir necessidades que a própria pessoa sequer imagina).

Sempre que não há controle, como falar sem pensar, comer sem pensar, é porque há motivos inconscientes que fazem agir assim. Enquanto não se descobre as causas é preciso sobrepor com a razão, que se consegue, falando, conversando, racionalizando. Para ficar mais fácil compreender algo tão abstrato, pense que o inconsciente, que é o responsável pelo descontrole, é como uma criança que não sabe o que faz e você terá que fazer o papel do adulto, explicando a si mesma, como se estivesse explicando a uma criança.

Ou seja, tem que repetir as mesmas coisas o tempo todo, explicando o que pode e o que não pode. Isso é possível conversando com você mesma, mantendo o diálogo interno. Já viu explicar tudo isso para uma criança? É preciso paciência e muito amor! O que não pode é continuar permitindo nem em pensamento que não vai conseguir.

O mesmo vale em relação a ficar se colocando prazos. É preciso muito cuidado nessa época do ano em que estão chegando as viagens, o verão, as festas de final de ano e são comuns as cobranças e as críticas, que são as principais causas da baixa auto-estima. É preciso pensar em um dia de cada vez, como fazem no programa dos alcoólatras anônimos: só por hoje!

Pode parecer que não, mas esse pensamento faz uma enorme diferença. Evite ficar pensando em quanto tempo vai demorar, que não vai agüentar manter o programa por tanto tempo e outros pensamentos negativos que invadem a mente nesses momentos. Tudo isso ajuda a diminuir a ansiedade, que impulsiona muitas pessoas a comerem mais. Em vez de pensar quanto tempo levará para alcançar o peso que deseja, pense em manter um programa só por hoje! Isso não é se enganar, mas usar sua inteligência a seu favor e não contra!

Por que está sempre fazendo tudo pelos outros e nada para você mesma? O que tem feito só por você? É importante fazer coisas que gosta, para compensar um pouco as frustrações passadas, mas não através da comida. Que tal cuidar de si mesma com todo o cuidado que requer uma criança? Você faria a uma criança o que muitas vezes faz consigo mesma? Daria para ela comer algo até passar mal? Tenho certeza que se você der um pouco de amor para si mesma como daria a uma criança irá conseguir o resultado que deseja. Como é cuidar de quem ama? E lembre-se de reconhecer cada conquista! Como a criança que faz festa por tudo que consegue. Para ela tudo é motivo para ficar feliz! Faça isso consigo mesma. Só por hoje!

Comente

Assuntos relacionados: metas psicologia programa alimentar

Últimas