Personalidade e peso

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Saiba como a sua personalidade pode influenciar no seu peso

Saiba como a sua personalidade pode influenciar no

Para quem ainda acredita que as dietas funcionam igual para todo mudo, saiba como os traços da sua personalidade atuam no controle do peso, além estarem diretamente ligados aos resultados finais no seu processo de emagrecimento. Pelo menos é o que afirma o estudo do Instituto Nacional do Envelhecimento dos Estados Unidos, que demonstra que pessoas impulsivas, competitivas, cínicas ou agressivas estão mais propensas a adquirir quilinhos extras.

Ainda de acordo com o estudo, as neuróticas e menos cuidadosas tendem a sofrer mais com o famoso ‘efeito sanfona’ (engorda-emagrece), já que passam por muitos altos e baixos e constantes oscilações de humor. "Indivíduos com esses traços tendem a cair em tentação e não têm disciplina para andar na linha entre tantas dificuldades e frustrações", declaram os pesquisadores que ainda ressaltam a importância da disciplina para o sucesso do regime. "Para manter o peso ideal, é necessário ter uma dieta saudável e fazer parte de um programa de atividade física. Os dois, no entanto, requerem compromisso e comprometimento. Tal controle pode ser difícil para indivíduos impulsivos", declaram.

Para determinar como sua personalidade pode afetar seu peso e seu índice de massa corpórea (IMC), os pesquisadores analisaram os dados de aproximadamente 2000 pessoas saudáveis e com alto índice educacional reunidos durante os últimos 50 anos e chegaram a conclusão que os impulsivos lideram a lista de problemas com a balança.

"Pesquisas prévias já haviam descoberto que indivíduos impulsivos tendem a ter ataques de voracidade alimentar e alcoólica", disse a autora do estudo, Angelina R. Sutin. Segundo o estudo, as pessoas que pontuaram pelo menos 10% em impulsividade tinham 10 quilos a mais do que aqueles abaixo desse valor. Os cínicos, competitivos e agressivos também mostraram predisposição à obesidade.

No entanto, o estudo também descobriu que as pessoas mais conscienciosas, cuidadosas e menos impulsivas eram mais magras e seu peso não variou de acordo com as mudanças de personalidade durante a fase adulta. "O caminho dos traços de personalidade do ganho de peso é complexo e provavelmente inclui mecanismos psicobiológicos, além dos comportamentais", explica a pesquisadora.

"Nós esperamos que quanto mais claramente identificarmos a associação entre personalidade e obesidade, mais tratamentos combinados serão desenvolvidos. Por exemplo, estilo de vida e exercício feitos em grupos são mais efetivos para os extrovertidos do que para os introvertidos", completa Sutin.

Por Paula Perdiz

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas