Terapia holística

Conheça os benefícios da técnica

Terapia holística

Cansaço, sono desequilibrado, dores de cabeça que nunca se resolvem e médicos que não conseguem achar uma solução. Esses problemas, que podem ter várias fontes diferentes, encontram um novo combatente: a terapia holística.

Sendo um conjunto de técnicas, tanto milenares como modernas, a terapia holística tem como objetivo proporcionar harmonia e equilíbrio das maneiras mais naturais e suaves possíveis. Essas ferramentas podem ser o uso de pedras e cristais, acupuntura (que é a arte de estimular os pontos de energia), o Reiki, a terapia floral entre diversas outras.

A terapeuta holística Simone Kobayashi explica: "Usa-se uma somatória dessas técnicas, desde que sejam naturais, não invasivas e embasadas em alguma tradição."

A terapia ajuda na ruptura de padrões negativos, forçando as mudanças necessárias para que haja o equilíbrio das energias pessoais, mas cada um precisa fazer sua parte. "As técnicas e ferramentas ajudam a pessoa a fazer o movimento necessário para o equilíbrio, ajuda para que isso se dê da forma mais suave, mas quem se movimenta é o próprio cliente", esclarece Simone.

Além de trabalhar no campo emocional, mental e energético, trazendo harmonia e equilíbrio entre eles, a terapia holística pode ajudar a curar incômodos físicos. "Dores e sensações táteis podem ser tratadas através das técnicas, mas quando isso passa para doença, sai da nossa alçada. O caminho inverso também pode encontrar solução conosco. Onde o médico não vê nada, como um aperto no peito, excesso mental ou desequilíbrio no sono, a terapia alcança com a técnica e pode ajudar", comenta ela.

Apesar de o tratamento depender muito de cada pessoa e sua conversa com o especialista, existem algumas ferramentas que são comumente indicadas para alguns males. Por exemplo, o Reiki (estímulo manual) e a Geoterapia (estímulo através de pedras e cristais) são indicados para problemas energéticos, como ansiedade e estresse. Já a Terapia Floral é indicada para conflitos emocionais, como a depressão. "Utiliza-se um conjunto de técnicas, nunca com uma só, assim o equilíbrio se dá por inteiro", diz Simone.

E não são apenas as técnicas que influenciam na melhora dos problemas. É importante que você encontre um bom terapeuta, ao qual você tenha se identificado através de algum artigo ou declaração, ou que seja recomendado por alguém que você confie. Ter empatia e confiança por essa pessoa também é muito importante, assim lidar e aprofundar o tratamento fica mais fácil, já que você ficará mais receptiva às ideias dessa pessoa.

Outra dica inteligente é encontrar um profissional que lhe explique as técnicas, como elas funcionam e como você pode manter o equilíbrio por si própria. "O especialista deve lhe ensinar a melhorar como pessoa, não manter nas mãos a sabedoria para fidelizar a cliente", conta a terapeuta. Além do que, praticar sozinha pode ser uma ótima forma de se manter concentrada nos objetivos pessoais o tempo todo, seja no horário de almoço do trabalho ou antes de ir dormir.

leia também


Juliany Bernardo (MBPress)

Comente

Últimas