Você está ansioso com a chegada da Páscoa?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Você está ansioso com a chegada da Páscoa

Na próxima semana teremos um feriado prolongado com a chegada da Páscoa.

São dois fatores que podem gerar muita ansiedade, principalmente para quem faz um programa de reeducação alimentar. Muitas vezes usamos esse termo, ansiedade, sem saber seu significado. Você sabe o que significa?

É um sentimento de apreensão desagradável, freqüentemente vago, acompanhado de sensações físicas como vazio no estômago, opressão no peito, palpitações, transpiração, dor de cabeça, ou urgência repentina de evacuar ou urinar, entre outras. É um sinal de alerta sobre algum tipo de ameaça, conhecida ou não, privação de alguma necessidade, separação de pessoas significativas, perdas. Enfim, é um sentimento de incerteza, de ameaça, de não ter o controle. Agora que já definimos o que é ansiedade, você sabe identificar quando se sente ansioso?

Os dois fatores que citei acima podem gerar ansiedade porque o feriado poderá propiciar alguma viagem e surgem as preocupações: que roupa levar, já que muitas não servem mais; colocar biquíni caso faça sol? Nem pensar! Como colocar um shorts quando não se sente bem com o próprio corpo? O que vestir? Como manter o cardápio na casa de outra pessoa? O que comer? As perguntas são muitas.

Isso tudo sem falar que também é Páscoa e isso nos lembra de...cho-co-la-te!!! Como resistir diante daquele ovo de chocolate maravilhoso, que só de pensar te dá água na boca? Calma, muita calma! As preocupações são muitas e estas podem gerar ansiedade, mas o primeiro passo diante de tudo isso é identificar o que você está sentindo, pois muitas vezes isso não é tão claro para quem sente.

Por exemplo: seu marido está programando uma viagem no feriado prolongado e sem pensar e perceber você arruma todas as desculpas para não irem. Diz que o tempo está instável, que vão gastar, que não quer sair de casa, mesmo que esteja morrendo de vontade, ou até na última hora, poderá adoecer.Tudo isso na verdade para não ter que enfrentar todos esses momentos que você não sabe como agir, mas que não corresponde ao seu real sentimento, mas não é culpa sua, pois muitas vezes pode fazer isso sem pensar, sem sequer saber o que ocorre internamente.

O que acontece é que sua mente desloca o motivo original e que pode causar dor, por um motivo mais aceito, por você mesma ou pelo outro. Resultado: ansiedade, conflito, brigas. Tudo isso porque o real motivo não está sendo identificado, ele foi negado, ainda que inconscientemente, entende? Se você falar que não quer ir porque está se sentindo insatisfeita com seu corpo, horrível, já sabe que vai ouvir para deixar pra lá, que isso é bobagem.

Isso pode até ter um fundo de verdade. Você tem mais é que reagir. Mas, ao ouvir isso você se sente pior ainda e sabe por quê? Porque seu sentimento não foi respeitado, não foi valorizado e isso faz se sentir sem valor e sua auto-estima e amor-próprio despencam, por isso que sua mente já sabendo disso prefere usar desculpas só para não assumir o real sentimento.

Primeiro admita para você seus reais sentimentos, nem que seja só para você, sejam quais forem, não julgue nada. Assim ao menos você diminui as chances de ter uma briga sem nem entender. Parece ser simples, mas não é. Principalmente para quem vive fugindo do que sente. Mas é uma oportunidade de começar a desenvolver esse hábito. Não só agora, mas sempre que se sentir angustiado, ansioso, triste, em qualquer momento, o mais indicado sempre é identificar o que sente. Como fazer isso? Pergunte-se: "o que estou sentindo?" E ouça a resposta.

Se não vier nada, insista até que consiga obter uma. A ansiedade é como um sinal de que você está se sentindo ameaçado por algo. Pergunte-se: "o que está me ameaçando?" Se quiser, poderá ser mais fácil escrevendo. Qualquer sentimento que você sinta é mais fácil de ser superado quando a causa é identificada e nunca ignorando ou negando, assim poderá aproveitar muito melhor o feriado prolongado, a Páscoa. E até os irresistíveis chocolates.

Você terá muito mais controle sob suas ações e não fará nada sem pensar nos resultados que quer obter. Não permitirá que nada, nem você mesmo, impeça de conseguir aquilo que se programou a conseguir. E, sendo assim, poderá estar em qualquer lugar, em qualquer mesa, com qualquer roupa. Você saberá que seus objetivos serão respeitados acima de tudo por você e que é isso o que na verdade importa, não é mesmo?

Faça isso agora. Identifique seus sentimentos e estará muito mais próximo de você. Assim poderá se aproximar do outro sem brigas, sem desculpas, mas com a certeza que está respeitando aquilo que você tem de mais sagrado: seus reais sentimentos.   

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas