5 exercícios para melhorar o desempenho sexual

Exercícios para fazer em casa!

5 exercícios para melhorar o desempenho sexual

Praticamos exercícios físicos para manter o corpo em ordem e melhorar a qualidade de vida. Porém, o que poucas pessoas sabem é que os exercícios físicos também podem melhorar o desempenho sexual.

Sabe aquelas dores musculares que você sente após o sexo? Tudo isso pode acabar se você começar a praticar algumas atividades próprias para isso. Se a noite passada não foi tão boa assim, isso é sinal de que você precisa se exercitar mais. O sexo depende de energia, condicionamento físico, boa circulação e tonificação muscular e tudo isso pode ser conquistado com uma boa atividade física.

"Realizar atividades aeróbicas e uma boa alimentação ajudam na hora de um melhor desempenho sexual", confirma o professor Bruno Mantovani, da academia Bio Ritmo. Ficou interessada em melhorar seu desempenho sexual se exercitando? Então veja cinco modalidades que o professor separou para você. E melhor ainda, todas elas podem ser feitas sem sair de casa!

1 - Agachamento. Agachando como se fosse sentar em uma cadeira, contraindo bem os glúteos.

2 - Elevação pélvica, em decúbito dorsal (deitado de barriga para cima), flexione os joelhos, e eleve o quadril, contraindo bem os glúteos. As mãos ficam apoiadas no chão.

3 - Abdominal prancha isométrica. Em decúbito ventral (deitado de barriga para baixo), apóie somente os pés e antebraços no solo. Fique estático na posição por aproximadamente 30 segundos.

4 - Extensão de coluna (lombar). Em decúbito ventral, levante o tronco do solo, com o olhar em direção para o teto.

5 - Supino reto. Sentado, pegue um elástico e puxe em direção ao corpo com os braços próximos ao corpo.

"Esses exercícios ajudam porque elevam a frequência cardíaca e o condicionamento dos membros inferiores, para deixar a região pélvica bem fortalecida. As séries para membros superiores são para fortalecer estes músculos dos casais que gostam de variar posições e que precisam ficar parados por um determinado tempo, se apoiando em algo", explica Bruno. "Lembrando que esses exercícios são indicados para pessoas maiores de 16 anos", finaliza.


Marisa Walsick (MBPress)

Comente

Últimas