Alimentos para atletas: Anvisa propõe regulamentação

Alimentos para atletas Anvisa propõe regulamentaçã

Novas regras para os alimentos destinados aos atletas. Uma proposta da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que já está disponível para consulta pública no site da instituição, propõe que a categoria de alimentos atualmente denominada "alimentos para praticantes de atividade física" passe a ser chamada de "alimentos para atletas".

A diretora do órgão, Maria Cecília Brito, explica que esses alimentos devem ser usados apenas por pessoas que pratiquem exercícios físicos de alta intensidade, com o objetivo de rendimento esportivo ou de competição.

Conforme a proposta, os rótulos devem conter frases de advertência, como: "Este alimento é destinado exclusivamente a atletas sob recomendação de nutricionista ou médico e não substitui uma alimentação equilibrada" e "Este produto não deve ser consumido por crianças, gestantes idosos e portadores de enfermidades". Isso também vale para bebidas isotônicas.

Na consulta, a agência libera dois suplementos: a creatina (que aumenta a massa muscular) e a cafeína. E sugere que os aminoácidos leucina, isoleucina e valina, fiquem de fora, pois não possuem eficácia comprovada.

A consulta ficará aberta por sessenta dias para contribuições no site da Anvisa (http://www.anvisa.gov.br/). As sugestões podem ser enviadas até o dia 12 de janeiro de 2009 para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Gerência-Geral de Alimentos, no endereço postal SIA trecho 5 área especial 57, caixa postal: 11617; pelo endereço eletrônico: cp60.alimentos@anvisa.gov.br, ou pelo fax: (61) 3448-6274/3462-5315

Após analisar as sugestões, a agência elaborará a resolução definitiva. E os fabricantes terão 180 dias para se adaptar às novas regras de rotulagem.

Fonte: Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

Comente

Últimas