CrossFit: treinamento de alta intensidade

Saiba mais sobre essa atividade que está conquistando cada vez mais gente!
CrossFit: treinamento de alta intensidade

Está disposta a suar muito a camisa para aumentar seu condicionamento e modelar o corpo? Então conheça o CrossFit. O treino funcional compreende uma série de exercícios variados de alta intensidade e vem ganhando cada vez mais adeptos pelo país.

Thiago Peligrinelli, coach e proprietário da CrossFit JAM, explica que o CrossFit foi criado décadas atrás nos EUA, pelo coach Greg Glassman. "O treino tem como objetivo evoluir todas as 10 capacidades físicas humanas: resistência cardiorrespiratória, resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão."

Não importa se você já praticou atividade física alguma vez na vida ou nunca teve disposição para sair do sofá. Thiago garante que o CrossFit pode ser praticado por pessoas de qualquer idade e nível de condicionamento, uma vez que o treinamento se foca nos movimentos naturais do corpo, mas com maiores amplitudes. E uma dica: quem já fez exercícios de potencia, como levantamento de peso e ginástica olímpica, costuma apresentar mais facilidade na execução dos movimentos.

Quer começar? Então nada de moleza, porque os exercícios são de alta intensidade mesmo. Somente assim o aluno vai ganhar condicionamento físico. Porém, essa intensidade não é imposta de uma hora para outra, ela vai sendo adaptada à medida que o praticante ganha força e consistência no movimento.

Quanto mais estímulos o corpo tiver, mais resultados vai apresentar. Mas não vá com muita sede ao pote. No início, Thiago aconselha aos praticantes intercalarem os dias e, futuramente, ir respeitando e aprendendo a ter uma leitura do próprio corpo. "É comum alguns alunos fazerem dois ou até mesmo três treinos diários de CrossFit. Mas devemos respeitar alguns fatores, como dores musculares e a adaptação ao estímulo novo de treinamento."

Há quem fuja de treinos intensos por conta do medo de se machucar, mas o coach tranquiliza e afirma que as lesões no CrossFit, assim como em qualquer modalidade esportiva, acontecem quando o aluno executa as séries de maneira errada e sem orientação. "Devido ao crescimento da modalidade e o ‘oportunismo’, alguns profissionais têm utilizado o nome CrossFit. Mas este treino só é praticado em ginásios oficiais devidamente registrados."

Thiago alerta ainda que todo treino CrossFit é registrado e funciona com uma constante avaliação física, a parte principal do treino, chamada de WOD (workout of the day), sempre feita com o cronômetro ligado. "Isso nos dá uma referência de condicionamento, já que a resposta fisiológica ao nosso estilo de treinamento é rápida. Por isso, afirmo que o CrossFit é baseado em resultado. Os praticantes sentem essa resposta no seu dia a dia", conta.

Já que você decidiu se movimentar, é hora também de observar melhor o que come. Malhação e alimentação balanceada precisam andar sempre juntas. A nutrição é a base da pirâmide do CrossFit, pois através dela o aluno obtém energia para treinar. 

Quem pratica essa modalidade tem uma alimentação especial e precisa procurar um nutricionista para fazer o devido acompanhamento.

Juliana Falcão (MBPress)


Comente

Últimas