Exercícios mais indicados para hipertensos

Atividades físicas regulares ajudam a tratar e prevenir o problema

Exercícios mais indicados para hipertensos

Certamente você já ouviu falar que a prática de exercícios físicos é fundamental para a prevenção de diversas doenças. No caso de quem sofre de hipertensão, mais conhecida como pressão alta, esse hábito pode ser um santo remédio, pois ajuda a controlá-la.

A hipertensão acomete crianças, adultos e idosos de ambos os sexos, embora atinja mais homens e pessoas com a idade mais avançada. Trata-se de uma doença crônica que não tem cura e pode aparecer por herança genética.

A causa, na maioria das vezes, é desconhecida. Entretanto, diversos fatores contribuem para o surgimento da doença. Exemplo deles são: obesidade, alto consumo de bebidas alcoólicas, cigarro, estresse e preocupações em excesso, uso exagerado de sal, nível de diabetes e de colesterol elevados e sedentarismo. 

Mas, se você sofre dessa doença ou deseja preveni-la, o personal trainer Jolbes Junior, redator do blog Exclusive Personal Trainer dá a dica: "Exercícios aeróbios de baixa e moderada intensidade, realizados por um período de 20 a 60 minutos, de três a cinco vezes por semana, promovem os melhores resultados."

De acordo Junior, o ACSM (American College of Sports Medicine) também recomenda exercícios anaeróbios como uma estratégia não farmacológica no tratamento da hipertensão. "A musculação também potencializa a conquista deste objetivo e têm grande segurança cardiovascular para indivíduos hipertensos, desde que bem controlados e orientados", diz.

Sendo assim, ele informa que a combinação de aeróbios e musculação traz grandes benefícios para o hipertenso, já que o treino com pesos ajuda no emagrecimento, aumenta os níveis de força e de massa muscular. "A musculação reduz o percentual de gordura, diminui a resistência periférica, a frequência cardíaca e a pressão sanguínea", garante.

Joelbes salienta que antes de iniciar o programa de exercícios é indispensável um exame cardiológico completo para identificar possíveis riscos. "Mediante a autorização do médico, realize uma avaliação física na academia para, então, ser encaminhado à sala de musculação com a devida segurança e um profissional capacitado para acompanhá-lo na atividade prescrita", orienta.

Outro cuidado é em relação à pressão arterial. O personal afirma que é necessária a verificação da mesma antes do início da atividade para saber se é possível praticar a musculação no determinado dia ou não. Após a prática é recomendado o descanso. "Com repouso e uma alimentação adequadamente recomendada pelo profissional responsável (nutricionista) o corpo terá todas as melhorias e adaptações, tornando o indivíduo mais saudável", afirma o personal trainer.

Segundo Junior não é recomendado praticar atividade física sozinho, pois existem fatores como volume, intensidade, série, repetições, intervalo e exercícios que somente o profissional de Educação Física é capacitado e preparado para montar e acompanhar. "Ressalto também a importância de uma equipe multidisciplinar para manutenção e realização do objetivo, seja do hipertenso ou de qualquer outro indivíduo."

E não se esqueça da hidratação! "A ingestão de água é muito importante antes, durante e depois da prática da atividade física, seja para hipertensos ou não", finaliza Joelbes Junior.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente

Últimas