Exercícios na água podem combater a osteoporose

Atividades aquáticas ajudam a minimizar a dor e estimulam o equilíbrio

Exercícios na água podem combater a osteoporose

Conforme o tempo vai passando, nosso metabolismo fica mais lento e algumas funções corporais não respondem mais como na juventude. Entre elas estão a diminuição progressiva da densidade óssea e o aumento do risco de fraturas, sinais possíveis de osteoporose.

A doença, silenciosa, surge de um desequilíbrio entre a entrada e a saída de cálcio e fósforo do osso, que reduz sua densidade e enfraquecimento a ponto de tornar a pessoa mais suscetível a fraturas. No Brasil, estima-se que 10 milhões de pessoas sejam portadoras de osteoporose, segundo dados da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, e a maioria mulheres.

Como a osteoporose pode ter diferentes causas e não tem cura, o tratamento medicamentoso associado a uma alimentação saudável e atividades físicas propiciam vida mais saudável ao paciente.

Atividades físicas aquáticas

Os exercícios na água, de acordo com especialistas, têm se mostrado eficazes no tratamento contra a doença. As atividades aquáticas, como a hidroginástica e a natação, ajudam a minimizar a dor, aumentam as amplitudes de movimento articulares, propiciam força muscular, estimulam equilíbrio, melhoram o padrão das caminhadas e geram sensações articulares positivas.

O motivo está nas propriedades físicas da água, como o empuxo, força de baixo para cima conforme à lei de Arquimedes. A professora de educação física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Sandra Wegner, explica que a ação da gravidade é proporcional à estatura do aluno, à profundidade da água e aos implementos aquáticos como caneleira pesada, flutuadores, step, jump, elásticos, tubo água, halteres, etc, que oferecem resistência em todos os sentidos.

"Na água, você faz força o tempo todo, mesmo quando está parado, ocasião em que você contrai toda a musculatura isometricamente para manter-se no lugar. É um eterno equilibrar-se através das reações de equilíbrio provocadas no cérebro.", detalhe a professora. Segundo ela, "a hidroginástica é benéfica em todos os aspectos e pertence ao trinômio motivação, saúde e prazer", complementa.

Quem não se sente à vontade com esportes aquáticos pode apostar em caminhadas, corridas ou andar de bicicleta. Os músculos exercitados e em movimento colaboram para que os ossos fiquem mais fortes e reduzem o risco de quedas e fraturas nas pessoas de idade.

Anote outras sugestões que evitam a osteoporose.

• Mantenha uma alimentação rica em cálcio, verduras e frutas;

• Tenha uma noite de sono regular;

• Aproveite os dias de sol, fonte de vitamina D e recomendado para manter a massa óssea;

• Evite fumar, tomar café, chá preto ou mate;

• Saia do sedentarismo e exercite-se.

Natália Farah


Comente

Últimas