Exercícios no verão

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Atividades físicas no calor exigem cuidados básicos

Exercícios no verão

Com os dias quentes de verão o número de pessoas se exercitando pelas ruas, praias, parques e avenidas aumenta consideravelmente. De acordo com dados da ACAD - Associação Brasileira de Academias, os brasileiros estão cuidando mais do corpo e o fenômeno "operação verão" já tem se estendido para os outros meses do ano. Para quem não acredita, o Brasil já é o segundo maior mercado de academia do mundo e, ainda segundo a ACAD, as matrículas nas academias cariocas (capital do esporte) crescem cerca de 30% no início do verão e esse índice sobe para até 45% se forem consideradas as adesões realizadas apenas na alta temporada.

Para Fernando Beja, personal trainer especializado em fisiologia do exercício, as atividades físicas são extremamente importante, porém, ele alerta para os riscos que os exercícios físicos também podem trazer "É prudente que as pessoas saibam que a prática incorreta ou excessiva de exercícios é tão prejudicial à saúde quanto o sedentarismo", revela.

Outro fator que o especialista chama atenção são os cuidados que devemos ter com a escolha do horário do treino a hidratação corporal, principalmente durante os dias mais quentes. As tardes mais longas são um verdadeiro convite para quem gosta de correr ou caminhar ao ar-livre, mas a prática do exercício deve ser moderada nos períodos mais frescos, de preferência na parte da manhã ou no começo da noite. "Muitos atletas de verão cometem um erro grave: malhar nos períodos mais quentes do dia", ressalta o especialista que explica que o hábito deve ser modificado. "Quem se exercita nos horários de pico do sol fica mais propenso a ter desidratação e até complicações cardiovasculares", afirma.

Faz parte do time dos atletas de verão e quer algumas dicas de como se cuidar durante os treinos? O personal trainer dá as dicas:

Avaliação física - nunca comece ou aumente um programa de exercícios sem passar por uma avaliação médica. Lembre-se de informar se está tomando medicação ou se passou por algum problema de saúde recente.

Beba muita água - mantenha o organismo sempre hidratado. Beba pelo menos 3 litros de água por dia.

Cuide da alimentação - ingira alimentos leves como frutas, saladas ou grelhados e, nunca, se exercite em jejum.

Academia ou rua - não importa o lugar, mas escolha sempre uma atividade prazerosa. É bem mais fácil manter o ânimo para fazer algo que você realmente goste.

Alongue-se - os alongamentos preparam o organismo para os exercícios e devem ser feitos antes e depois das atividades.

Atenção redobrada - fique atento ao seu corpo e, se aparecerem sinais como dores, edemas ou hematomas, não hesite em procurar ajuda médica.

Respeite o seu limite - as pessoas respondem de forma diferente a programas idênticos de exercícios, por isso, não insista em praticar atividades que causem desconforto ou dor, pois elas podem causar lesões ou fraturas graves. Lembre-se que nem todas as atividades que fazem bem ao seu amigo podem ser benéficas para você!

Por Paula Perdiz

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas