Hidroginástica ou hidroterapia?

Entenda qual a diferença e conheça os benefícios

Hidroginástica ou hidroterapia

Os esportes aquáticos são ótimos na recuperação de algumas doenças e também ajudam no condicionamento físico. Entre as muitas modalidades que têm a piscina como local de treino estão a hidroginástica e a hidroterapia. Mas você sabe qual é a diferença entre as duas?

A hidroginástica é uma atividade realizada em grupo dentro de uma piscina comum, na qual o educador físico é o responsável pelas aulas. Os objetivos são melhorar a condição física e cardiorrespiratória e a flexibilidade dos seus alunos. Não é considerada um tratamento.

Já a hidroterapia é sim definida como um tratamento de saúde individual e o responsável é um fisioterapeuta especializado. É realizada em piscina terapêutica, com água aquecida entre 32 e 34°C, e com estrutura para receber todos pacientes, desde cadeirantes até idosos, com fácil ou nenhuma condição de locomoção.

"A hidroginástica é indicada quando o paciente necessita de condicionamento físico e/ou cardiorrespiratório. E a hidroterapia é destinada a quem necessita de um tratamento de reabilitação, seja ele ortopédico ou neurológico", explica Carlos Eduardo Junqueira, fisioterapeuta e diretor da Clínica Lituânia.

Segundo o fisioterapeuta, tanto a hidroterapia quanto a hidroginástica são excelentes meios para se trabalhar o corpo humano sem a interferência da ação da gravidade, uma vez que o praticante se beneficia das propriedades físicas da água.

Como toda atividade física ou tratamento, antes de começar a fazer você deve passar por um médico. E é importante lembrar que a hidroginástica e a hidroterapia têm contraindicações. "Elas são ótimas para o tratamento de todos os pacientes, porém devemos ter atenção àqueles com algum tipo de infecção de pele, incontinência, cardiopatas ou hipertensos", alerta Junqueira.

No quesito recuperação a hidroterapia sai na frente. Ela tem uma maior vantagem por ser mais específica no tratamento de diagnósticos ortopédicos e neurológicos, por ser rica em técnicas especializadas em determinadas patologias e também por ser um tratamento individualizado. Ou seja, um fisioterapeuta atende um paciente por sessão.

Quem se identificou com as duas modalidades, uma boa notícia: elas podem ser feitas juntas! Porém, segundo o diretor da Clínica Lituânia, isso vai depender do quadro clínico do paciente e do tratamento traçado pelos dois profissionais. A idade também conta nessas horas. A hidroterapia pode ser feita em qualquer idade. Já a hidroginástica exige que o aluno esteja, pelo menos, na fase da adolescência.


Marisa Walsick (MBPress)

Comente

Últimas