Inicie uma atividade e quebre a barreira do sedentarismo

Inicie uma atividade e quebre a barreira do sedent

O emagrecimento nada mais é do que a conscientização de hábitos saudáveis e um estilo de vida que proporcione a longevidade com saúde.

Quando a mente recebe informações de algo agradável que apresente repetições, ela aceita e cristaliza esse comportamento. A pessoa que está acima do peso e por alguma razão resolve emagrecer encontrará resistências por parte de sua mente, que está acomodada a um comportamento, mesmo sendo inadequado.

Um dos hábitos mais difícil de mudar é o sedentarismo. O obeso está bem acomodado sem fazer exercício algum. Quando surge a idéia de emagrecer, terá que queimar calorias através de exercícios físicos e sua mente entra em ação.

Seus primeiros pensamentos desmotivadores são que o obeso não tem roupas adequadas para exercícios, que os outros irão rir dele porque não consegue acompanhá-los, etc. Para os homens, determinados exercícios são para "frescos". Para as mulheres as roupas ficam feias, a gordura aparece demais, existe também a vergonha de serem comparadas com "barbies" e "saradas".

Para combater essas idéias, que a própria mente elabora é preciso bastante incentivo e força de vontade para expor-se ao suposto ridículo, que está apenas na sua cabeça. É preciso mirar-se em exemplos de pessoas que já emagreceram. Adquirir o conhecimento real de que é mais prejudicial deixar como está e progredir na obesidade do que se expor momentaneamente.

É necessário saber que o condicionamento físico é progressivo para qualquer tipo de pessoa, não só para o obeso. E que o obeso que faz exercícios físicos já está melhorando suas condições cardiorespiratórias, além de emagrecer. Que mesmo pessoas magras, que não fazem exercícios físicos correm risco de problemas cardíacos.

No processo de emagrecimento temos que entender e nos conscientizar que o exercício físico a princípio é para emagrecer e adotar um estilo de vida que continue mesmo após o emagrecimento. É mudar o hábito do sedentarismo para sempre.

O resultado é manter-se magro e saudável, mas com exercícios. Lembrem-se dos avôs e bisavôs que trabalhavam muito com o corpo. O homem na roça ou em algum trabalho em que se mexia muito. A mulher com todos os serviços de casa de forma manual. Andava-se bastante a pé. Hoje os trabalhos são mais parados, apertando-se botões ou teclas, em casa todos os equipamentos são elétricos e para se locomover só de carro. Resultado: obesidade e problemas cardíacos.

Comente

Últimas