Mitos e verdades III

Mitos e verdades III

Esta é a terceira matéria sobre mitos e verdades. Continuamos esclarecendo dúvidas que a maioria das pessoas tem sobre atividade física e aproveitamos para pedir que mandem questões para comentarmos nas próximas matérias.

Devemos ou não usar suplementos alimentares? O Professor de Educação Física pode prescrevê-los?

Nós não devemos generalizar. Cada caso deve ser estudado. A suplementação deve ser usada como um reforço e complementação da dieta alimentar de esportistas, principalmente daqueles que não se alimentam adequadamente. É claro que um atleta que treina 6 horas por dia não tem as mesmas necessidades que uma pessoa que faz exercícios 3 vezes por semana por 1 hora. Assim, deverá ser feita uma consulta com uma nutricionista para avaliação da dieta alimentar, treino e constituição genética entre outros fatores, antes da prescrição do uso de suplementos. O professor de Educação não pode receitar suplementos. Cuidado! Sem conhecimento você poderá trazer muitos malefícios a sua saúde.

É preciso sentir dor para que o exercício surta efeito?

Não. Não é preciso que você sinta dor muscular para ter bons resultados. Porém, se você está parada há muito tempo, ao iniciar um programa de exercícios provavelmente sentirá dor muscular devido ao estímulo dado ao músculo que não está acostumado com determinado exercício. Assim, o treino deverá ser progressivo, iniciando de acordo com o seu condicionamento, para não causar lesões. Atletas que trabalham no limite do seu condicionamento também estão sujeitos a dores e a lesões, por isso devem fazer um trabalho com acompanhamento e orientação de um profissional competente.

Esportes como a ginástica olímpica e a musculação prejudicam o crescimento, enquanto outros como basquete e vôlei podem estimulá-lo?

Não. Não há nenhum estudo que comprove isto. Toda pessoa tem um código genético que deverá se cumprir. Pode ser que fatores como a falta de alimentação adequada atrapalhe no crescimento fazendo com que a pessoa não atinja a altura máxima programada. Cada modalidade de esporte exige um biotipo que melhor se adapte às suas características. Pessoas muito altas não se sentirão atraídas em praticar ginástica olímpica, pois teriam dificuldades de performance. Por isso deve haver uma adequação de cada tipo físico a determinadas atividades.


A avaliação física deve ser feita antes de iniciar um programa de atividades físicas ou depois de uma fase de adaptação?

NA avaliação física é necessária e deve ser feita antes de começar qualquer programa de exercícios. Ela é muito importante para que o professor obtenha o maior número de informações sobre o aluno e para que este tenha conhecimento do seu nível de condicionamento e biotipo, para que juntos possam montar um programa adequado que vá de encontro com as necessidades e objetivos do aluno, de uma forma segura e eficiente. Não faça exercícios sem antes procurar um médico e fazer uma avaliação da sua condição física. Se você pretender entrar numa academia poderá fazer os testes na própria academia, pois há pessoas especializadas e médicos para atender os alunos.

Treine com segurança!

Comente

Últimas