O sexo como atividade física

O sexo como atividade física

Sem dúvida nenhuma, fazer sexo é um dos exercícios mais prazerosos e estar com um corpo saudável e em forma é muito bom para aumentar o seu desejo e o seu empenho sexual.

Além disto, você já percebeu que o seu coração trabalha tanto quanto se você estivesse fazendo um exercício puxado e que a sua respiração também fica ofegante? Pois é, se você tem boa flexibilidade, força e resistência muscular, um bom condicionamento aeróbio e uma dose extra de criatividade irá aproveitar muito mais nesta hora.

Como fica o seu coração?

Na excitação:

Grande parte de sangue do corpo vai para a região pélvica. Isto produz a ereção nos homens e a lubrificação da vagina nas mulheres. A pressão arterial e a tensão muscular aumentam progressivamente. O ritmo cardíaco também se eleva de 40 a 70 pulsações por minuto para 90 a 100 pulsações por minuto.

Na penetração:

A respiração se acelera e a pressão ainda aumenta. Os batimentos continuam aumentando.

Durante o orgasmo:

A tensão muscular alcança quase o seu máximo e o batimento cardíaco pode chegar a 190 pulsações por minuto. É lógico que o nível de condicionamento físico da pessoa interfere nestes valores. Não é à toa que já se ouviu casos de enfartos no ato sexual, onde há um trabalho intenso de coração e pulmões, além da parte emocional, muscular etc...

Com todo este trabalho corporal, muitas calorias são gastas, veja abaixo esta tabela de gasto calórico do ato sexual. Na verdade estes números podem variar de acordo com cada organismo, intensidade e tempo de prática.

O sexo como atividade física

Exercícios como os aeróbios, os alongamentos, a yoga e a musculação, entre outros podem ajudar a melhorar o seu condicionamento físico e conseqüentemente o seu desempenho sexual. Mas muitos outros fatores como estudos sobre o assunto, criatividade, também favorecem a boa performance.

Comente

Últimas