Pratique corrida - Parte I

Pratique corrida  Parte I

MM Productions/Corbis

A corrida faz bem para o corpo e para a mente. Não tem limite de idade para praticar e sempre é hora de começar. Sem dúvida é um esporte que traz muitos benefícios à saúde.

Entre os principais efeitos benéficos causados pela prática da corrida estão:

  • diminuição do peso corporal;
  • aumento da massa muscular;
  • aumento da capacidade cardiorrespiratória;
  • melhor controle dos níveis de colesterol;
  • melhor controle da pressão arterial de repouso;
  • redução dos riscos de infarto;
  • auxílio para regular a glicemia (taxa de açúcar no sangue);
  • A prática da corrida realizada de maneira correta conserva a reserva funcional do indivíduo, ou seja, na transição dos 30 para os 40 anos de idade os órgãos ou sistemas tornam-se menos capacitados para responder ao aumento da demanda.

    Pessoas que correm com regularidade conseguem manter esta reserva num nível mais elevado e a resposta de seu organismo consegue ser semelhante a uma faixa etária mais jovem. Levando isto em consideração, podemos dizer que correr é bom para o:

    Sono: neste momento o corpo relaxa e absorve melhor os ganhos fisiológicos do exercício;

    Peso: uma pessoa com 70 kg consegue queimar 450 calorias a cada hora de corrida;

    Ossos: a corrida estimula a formação de massa óssea, ajuda na prevenção e ou redução da osteoporose e também de lesões;

    Coração: aos poucos o atleta é capaz de bombear mais sangue com menor esforço (batimentos cardíacos) devido ao fortalecimento do órgão e a melhora da sua eficiência;

    Pulmão: com a corrida, a função do pulmão é maximizada e assim corredores têm menos risco de contrair infecções respiratórias;

    Cérebro: aumenta os níveis de serotonina, neurotransmissor associado à depressão;

    Estresse: o hormônio cortisol, liberado quando a pessoa está estressada, é queimado durante a corrida;

    Circulação: o sangue circula melhor pelo corpo oxigenando os tecidos e melhorando a função dos órgãos;

    Glicemia: há uma redução dos níveis de açúcar no sangue devido a queda das taxas de glicose, tornando as células mais sensíveis a insulina;

    Pressão: ajuda a manter a pressão baixa devido à maior elasticidade dos vasos sanguíneos.


    A corrida pode ser praticada em vários níveis de intensidade, dependendo do terreno, clima, objetivos e nível de aptidão.

    Nas próximas semanas você terá mais dicas para a prática saudável desta modalidade tão contagiante!

    Comente

    Últimas