Preparação para o verão!

Personal trainer indica melhores atividades para ficar com o corpo legal em três meses

Preparação para o verão

O ano está voando e daqui a poucos meses as temperaturas vão subir e o sol forte vai voltar a brilhar, nos convidando, intimando a colocar aquele biquíni da moda para cairmos na piscina ou pegarmos uma bela praia. E quem não está com a silhueta em dia precisa se preparar desde já!

A pedido do Mais Equilíbrio, a professora Larissa Kussano, da Bio Ritmo, preparou um treino de três meses para você não ficar com medo de exibir suas formas dentro do biquíni. Teremos como exemplo uma mulher de 1,60, pesando 68 quilos e sedentária.

"Os exercícios mais indicados para emagrecer são os aeróbios de moderados a intensos, como correr, nadar e pedalar. Além disso, exercícios com pesos, nesta mesma intensidade, também ajudam bastante", avalia a professora.

Para emagrecer com qualidade Larissa recomenda alternar exercícios aeróbios com anaeróbios. Isso porque fazendo somente exercícios aeróbios, com uma restrição calórica ou reeducação alimentar, perde-se também massa magra.

"A pessoa não precisa perder peso para ficar com o corpo mais enxuto. Afinal de contas, aumento de massa magra e perda de gordura nem sempre refletem quilos a menos", lembra a professora. "Acredito que o espelho e as roupas são ótimos parâmetros para verificar os resultados de um treino", completa.

Vale lembrar também que uma alimentação correta é fundamental para a aluna ter mais saúde e um corpo mais bonito em todas as estações do ano.

Agora vamos ao treino. Larissa orienta que as atividades sejam realizadas de 3 a 4 vezes por semana, alternando os dias entre exercícios aeróbios e resistidos.

Aeróbicos: a professora aconselha a aluna a fazer os intervalados.

Por exemplo: se for caminhar/correr, fazer 5 minutos de aquecimento e alternar 1 minuto mais intenso com 1 minuto moderado. Mais intensidade significa: maior velocidade ou maior inclinação (subidas). Para pedalar, maior velocidade também (rpm) ou maior carga. Ou seja, por um minuto o exercício deve ser mais desgastante e no outro mais moderado.

Conforme o exercício for ficando mais confortável (ou menos difícil) essa proporção pode mudar. Por exemplo: 1 minuto mais intenso e 30 segundos moderado.

Resistidos: é importante priorizar exercícios que abrangem mais musculaturas do corpo, os chamados multiarticulares.

Exemplos: agachamento, afundo e leg press são bons exercícios para membros inferiores. Supino com halteres ou barra em diferentes inclinações, flexão de braço para peitoral e tríceps também. Não deixe de lado as remadas e puxadas para dorsais e bíceps e os desenvolvimentos para os ombros. Além, claro, de exercícios para fortalecer o abdome (abdominais em geral) e a lombar (elevação pélvica, extensão lombar).

Larissa recomenda começar com um exercício de cada grupo destes, duas séries de cada, de 12 a 15 repetições, com intervalos de 40 segundos a 1 minuto. À medida que a aluna for ficando mais confortável em fazer as séries, ela deve aumentar a intensidade. Para os exercícios resistidos, aumentar a intensidade significa: diminuir o intervalo entre as séries, aumentar a amplitude do movimento ou aumentar a sobrecarga.

Gostou? Então faça os exames necessários, converse com seu personal trainer e comece já a malhar!


Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Últimas