Squash

Squash

O squash tem 130 anos de atividade e hoje é praticado em 140 países. No Brasil, há cerca de 50 mil praticantes e 80% destes são homens, embora o número de mulheres esteja crescendo consideravelmente.

Pode ser praticado como esporte, jogo ou atividade física, dependendo do seu objetivo. Ele é praticado em quadra fechada e necessita basicamente de raquetes e bolinhas. Os jogadores rebatem a bola contra a parede com o objetivo de não deixá-la mais de uma vez encostar no chão.

A quadra é dividida por uma linha que separa os adversários apenas na hora do saque. Se o jogador marca pontos consecutivos, alterna-se o lado para sacar. O outro jogador, se conseguir a posse da bola marcando um ponto, escolherá o lado para sacar. A bola só poderá pingar no chão, uma única vez antes de ser rebatida, alternadamente, por cada jogador.

O saque deve ser cruzado e arremessado acima da segunda demarcação e abaixo da terceira linha da parede frontal, fazendo com que a bola atinja o campo do adversário. A partida é disputada por uma melhor de três games para amadores e cinco games para profissionais. Há dois tipos de contagem: a americana (até 15 pontos sem vantagem) e a inglesa (até 9 pontos com vantagem).

Você irá fortalecer toda a musculatura do corpo (braços, costas, peito, ombros, abdome, pernas e bumbum), além de queimar muitas calorias (em média 780 calorias para uma pessoa com 60 kg de peso corporal).

Veja os principais benefícios adquiridos por quem pratica o squash:

  • Aumenta o condicionamento cardiorespirartório;
  • Fortalece os grupos musculares (citados acima);
  • Desenvolve o ritmo, a coordenação motora, o equilíbrio, a agilidade, a força, a flexibilidade, a capacidade de concentração e a capacidade de resposta a estímulos.
  • Modela o corpo, deixando-o saudável e bonito esteticamente;
  • Melhora o bem estar físico e mental;
  • Relaxa e alivia as tensões;
  • Se feito regularmente, evita doenças e retarda o envelhecimento;
  • Gasta muitas calorias.
  • O squash lembra muito o tênis nos fundamentos técnicos. Mas, para que você possa desfrutar de todos estes benefícios sem correr o risco de lesões e conseguindo uma melhor performance física, é essencial fazer um trabalho complementar, incluindo:

  • Outra atividade aeróbia, como nadar, correr, pedalar ou outra que goste. Assim, você poderá praticar o squash três vezes por semana e fazer outra atividade aeróbia mais três vezes por semana, em dias alternados.

  • Musculação para fortalecer os músculos, trabalhando força e resistência muscular, tornando os seus músculos mais resistentes e fortes para agüentarem a intensidade do Squash.
  • Aulas de alongamento ou flexibilidade para evitar lesões, devidos aos movimentos bruscos, passadas largas etc.
  • Com este cardápio de atividades você garantirá um excelente preparo físico.

    Comente

    Últimas