Treino em casa

Como manter a forma fora da academia?

Treino em casa

Quem disse que você só pode malhar se a academia estiver aberta? É bem possível treinar em casa ou ao ar livre!

Para isso, Katia Casco, professora de educação física da Academia Curves, orienta: "O principal cuidado é tentar manter a rotina e a disciplina que o aluno tem na academia e tomar cuidado na execução dos exercícios, pois não terá o auxilio de um profissional. E continuar cuidando da alimentação, que é muito importante".

Para quem vai malhar ao ar livre, os alertas dos dermatologistas precisam estar bem assimilados. Isso quer dizer que você não deve dispensar o protetor solar e nem o chapéu, e evitar malhar entre 10h e 16h, por conta do sol forte e dos riscos maiores de câncer de pele.

Kátia ressalta que a hidratação também não pode ser dispensada. "A Organização Mundial de Saúde recomenda 200ml a cada 30 minutos."

A professora de educação física da Academia Curves montou um treino simples para você não perder a forma e nem se entregar à preguiça:

Para exercitar as coxas: Encoste as costas na parede e deixe as pernas em um ângulo de 90 graus (como se estivesse sentada apoiando as costas na parede).

Para exercitar a região abdominal, lombar e quadril: Inicie com movimento simulando gato (ponte ventral) e variações de elevação dos braços: uma vez o direito ou esquerdo, com elevação de uma das pernas, primeiro a direita e depois esquerda.

Prancha lateral: Deitada de lado com tronco suspenso, apenas pés e antebraço apoiado no solo, sustente o corpo, enfatizando os músculos laterais do abdômen. Realize variações como: elevar a perna que está em cima, elevar um dos braços. Realizar de ambos os lados.

"Para obter um bom treino de funcional é importante focar nas etapas de aquecimento para elevar a temperatura corporal. Enfatize os padrões de movimento: tente realizá-los de forma perfeita e harmônica, com estabilização da região abdominal. Depois faça movimentos mais dinâmicos utilizando o peso corporal, incluindo força. E assim vá progredindo de acordo com sua capacidade", orienta Kátia.

Por Juliana Falcão (MBPress)


Comente

Últimas