Zumba Step

Duas modalidades juntas, que vão fazer você gastar muitas calorias

Zumba Step

Se você é daquelas pessoas conectadas às tendências de academia, já deve ter praticado ou ouvido falar da Zumba. A mistura de ritmos latinos, quentes e agitados, pode ser combinada com outro velho conhecido das academias: o step. Está afim de perder muitas calorias? Tente a Zumba Step!

Segundo o instrutor Fábio, as aulas não são complexas. "Uma aula da ‘especialidade’ Zumba Step se define em ‘core’ (abdome), glúteos e movimentos de step juntamente com passos de dança. Tudo isso com auxílio de equipamentos de step, proporcionando dinamismo, diversão e eficácia nas aulas", explica o profissional.

O método traz aspectos da aula de Zumba tradicional, adicionando movimentos fitness e incorporando variações de danças como cumbia, salsa, merengue, reggaeton - ritmos latinos -, entre outros. Já a eficiência do exercício vem do fato de ele ser divertido.

Aliando energia com coreografias fáceis e muita interação entre os alunos, todo mundo se diverte, sem ficar concentrado na "obrigação" de fazer o exercício perfeitamente ou perder peso. "Hoje em dia as pessoas procuram por modalidades com as quais possam se ‘libertar’ de forma mais positiva e que não se restrinjam às mesmices das aulas de step comum, com coreografias difíceis que causam tédio em quem não acompanha", conta o professor Amaro.

Até 1100 calorias em UMA aula!

A perda calórica varia bastante de pessoa para pessoa e com a intensidade dos exercícios, mas as aulas de Zumba Step costumam fazer os praticantes gastarem entre 600 e 1100 calorias a cada aula de 1h30 min. Haja pique para tonificar glúteos, abdome, coxas, pernas e coluna, que são as partes mais trabalhadas neste exercício.

"Outros benefícios [também de encher os olhos] são controle da pressão sanguínea, menos dores e desconfortos pelo corpo, melhor digestão, sistemas respiratório e circulatório mais eficientes, proteção cardiovascular, menor risco de derrame, melhor postura, articulações mais resistentes, diminuição de gordura e/ou peso, maior expectativa de vida, menor ansiedade, controle do estresse, saúde da parte inferior da coluna, concentração e capacidade de relaxamento", descreve o instrutor. UFA!

Hipertensos, diabéticos e jovens acima dos 14 anos até os 55, aproximadamente, podem (e devem) praticar a modalidade. Mas todos precisam consultar seus respectivos médicos antes de começar a se exercitar.

E uma boa notícia: de acordo com Fábio, os riscos de lesão do Zumba Step são baixos, já que em cerca de 70% do tempo o exercício é, basicamente, apenas dança. "Além disso, o instrutor sempre auxilia e informa seus alunos, em todas as aulas de Zumba Step, sobre os cuidados durante o exercício, como pisar com os pés por completo no step e jamais pular do aparelho no solo, dentre outras informações", esclarece.

Bateu uma vontadezinha de experimentar? Procure uma academia perto de sua cidade que ofereça a novidade e prepare-se para trocar o guarda-roupa porque, com aulas regulares, elas deixarão de servir num espaço curtíssimo de tempo. E você ainda pode usar alguns passinhos para arrasar nas pistas!

Contato:

Instrutor Fábio Amaro

Juliany Bernardo (MBPress)


Comente

Assuntos relacionados: exercícios step zumba

Últimas