10 dicas simples para o seu filho comer melhor

Os bons hábitos dos pais são essenciais para os filhos comerem bem

10 dicas simples para o seu filho comer melhor

Depois dos seis meses e de terminado o período de aleitamento materno exclusivo, a introdução de alimentos na rotina do bebê muitas vezes torna-se um pesadelo para os pais. Pois é grande a preocupação de como fazer seu filho comer bem.

Enquanto algumas crianças comem bem e tudo o que é oferecido, mesmo verduras, legumes e frutas, outras fazem cara feia para tudo o que é saudável. Ou mesmo comem muito pouco.

Nessa matéria vamos tentar ajudar os pais nessa "batalha" que é fazer o filho comer bem.

Mas é importante que os pais sejam exemplos, não adianta oferecer verduras, legumes e frutas para as crianças se os pais não consomem esses alimentos.

- Evite oferecer líquidos durante a refeição: seu filho pode acabar comendo em menor quantidade, uma vez que os líquidos aumentam a saciedade. O ideal é que eles bebam suco ou água somente depois da refeição.

- Não reprima seu filho pela sujeira: quando seu filho começa a comer sozinho é normal derrubare comida no chão, sujar a roupa, entre outros. Mas não os reprima isso faz parte do desenvolvimento motor. Se gritar ou ameaçar a criança acabará relacionando a refeição a um momento ruim.

Quando o contato com a comida é prazeroso desde cedo, a criança tende a experimentar novos alimentos com mais facilidade.

- Leve a criança à mesa para que coma com todos: quando faz as refeições junto com os adultos, é mais fácil a criança querer comer as mesmas coisas que os adultos. Por isso, é também importante que a família toda tenha uma alimentação saudável.

- Não force seu filho a comer mais: se ele comeu uma boa quantidade, mas não comeu o prato todo que você preparou, não o force a comer mais. Ele provavelmente já está saciado. Mas quando a criança come muito pouco por vários dias é importante consultar o pediatra.

- Ofereça o mesmo alimento, de várias formas: seu filho não quer comer a cenoura cozida? Ofereça a cenoura crua, ralada.

- Estabeleça horários fixos para as refeições: dessa maneira as crianças não se queixarão de fome e os "beliscos" serão evitados.

- Se o seu filho recusar um alimento hoje, não desista: se você ofereceu banana para o seu filho hoje e ele não aceitou, não insista no mesmo dia, mas ofereça em outra oportunidade. Alguns especialistas dizem que só depois de 15 tentativas é que você pode ter certeza que seu filho realmente não gosta do alimento.

- Monte um prato colorido e atraente: assim como os adultos, as crianças também se sentem atraídas por um prato bonito, cheio de cor. Vale também usar a imaginação e montar carinhas e figuras com os alimentos.

- Ofereça alimentos pequenos: inclua nas refeições comidas que seu filho pode pegar com as mãos: cenoura baby, tomate-cereja, hortaliças cortadas em palito, ovo de codorna.

- Sirva as refeições em ambiente tranquilo: na hora da refeição evite brigas, reclamações e discussões, seja com a criança ou com outra pessoa. O ambiente estressante na hora da refeição pode fazer com que a criança associe esse momento a algo desagradável.


Comente

Últimas