A caminho da Melhor Idade

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
A caminho da Melhor Idade

Cabelos brancos, óculos, vestido estampado, sapatilhas, calça social, cinto e camisa para dentro, fazer tricô, jogar baralho, contar histórias, etc. Seus avós são assim? Atualmente mudou muito o perfil de nossos avós. Hoje em dia eles estão cada vez mais jovens, procuram estar sempre na moda, dançam, praticam esportes. Facilmente nos dias de hoje você encontra avós com menos de cinqüenta anos e, aquele avôzinho ou avózinha que tem as características citadas acima, talvez você os reconheça como bisavós, não é mesmo?

A população de idosos no país vem crescendo cada vez mais. A média de expectativa de vida dos brasileiros subiu de 62,5 anos em 1980 para 71 em 2002, mas é importante ficar atento com que qualidades são vividas esses anos.

Com o passar da idade ocorrem transformações no corpo e não tem como evitar que aos poucos a fase idosa, que se inicia aos 60 anos, se aproxime. Mas é possível cuidar de si, preparar-se para uma velhice saudável e garantir pique total por toda a vida.

O metabolismo do indivíduo se torna mais lento com o passar dos anos, ou seja, as necessidades energéticas são menores, porém é imprescindível que se consumam alimentos com alto teor nutritivo, assim pode prevenir-se, ajudar no tratamento de doenças e na manutenção da saúde.

Várias doenças que se apresentam com maior incidência entre os idosos estão relacionadas à alimentação, seja como causa, como forma de tratamento ou controle. Derrames cerebrais e os infartos são as enfermidades que mais matam idosos no país, e considera-se que é possível reduzir as ocorrências através da aquisição de hábitos mais saudáveis.

Nutrientes importantes nesta fase:

Em qualquer faixa etária, é importante a atenção à variedade na hora das refeições. Com os idosos não é diferente, por isso é fundamental consumir todos os dias cereais, leguminosas, verduras, legumes, frutas, carnes, leite e derivados. Os macronutrientes devem ser distribuídos durante o dia da seguinte maneira: carboidratos – 45 a 65%, proteínas – 10 a 35% e lipídios (gorduras) – 20 a 35%.

Vitamina A: As doenças cardiovasculares, diabetes, doenças gastrointestinais, e outras comuns entre os idosos, estão ligadas à falta de vitamina A, pois elas interferem na absorção, armazenamento, transformação e transporte deste nutriente no organismo. Fontes de vitamina A: leite integral, fígado, peixes, vegetais verde-escuro, amarelo ou laranja e frutas.

O Beta caroteno é um antioxidante que pode contribuir na prevenção de trombose e aterosclerose (placas de gordura na parede das artérias). Fontes: mamão, abóbora, manga, melão, cenoura, folhas verdes.

Vitamina E: Combate a formação da aterosclerose, pois reduz o potencial de oxidação do colesterol LDL. Esta vitamina está presente no óleo vegetal, germe de trigo, cereais integrais, verduras e legumes verdes, sementes e frutas secas.

Vitamina D: Contribui na absorção do cálcio. Fontes: óleo de fígado de peixe.

Cálcio: Mantém os ossos saudáveis e ajuda no controle da osteoporose. Fontes: leite, queijo, iogurte, etc.

Zinco: Ajuda a compensar a diminuição da imunidade. Fontes: carnes, fígado, leite, ovos, cereais, grãos, etc.

Fibras: A constipação é uma queixa constante pelos idosos. Muitas vezes as fibras podem ajudar a resolver esta situação. Fontes: verduras, legumes, frutas, cereais como aveia, farelos, semente de linhaça, alimentos integrais, etc.

Líquidos: Os idosos geralmente não sentem sede ou reduzem por conta própria a ingestão de líquidos, devido a incontinência urinária. Isso pode favorecer a constipação intestinal, desidratação e o aparecimento de problemas renais. É importante que a ingestão de líquidos (água, chá, sucos) seja de 6 a 8 copos por dia.

Atividade Física: A falta da prática de exercícios no idoso pode favorecer o aparecimento ou agravamento de algumas doenças, como osteoporose, artrite, doença coronariana, obesidade, etc.

As quedas, que geralmente ocorrem nessa fase, é devido à perda de equilíbrio, força, flexibilidade, fatores os quais podem ser melhorados com a prática de exercícios físicos.

Estes e outros benefícios como preservar a força muscular, melhora do apetite e do humor também são resultados da pratica regular de exercícios. Consulte o médico e veja qual a modalidade e freqüência indicada.

No próximo dia 26 comemora-se o dia dos avós. Aproveite esta data para se conscientizar que o idoso precisa ser entendido. É importante conhecer sua nova condição e proporcionar melhor qualidade aos seus anos de vida.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas