Agrotóxicos nos alimentos

Agrotóxicos nos alimentos

Muito utilizado na agrícola brasileira para exterminar pragas e doenças que causam danos as plantações, o uso de agrotóxicos nos alimentos ainda gera muita dúvida no consumidor. Será que ele é mesmo nocivo a saúde?

Os agrotóxicos de uso agrícola podem ser classificados de acordo com o seu tipo em: herbicidas (agem sobre as ervas daninhas), inseticidas (combatem as pragas) e fungicidas (agem sobre os fungos que causam danos aos tecidos das plantas).

Mesmo higienizando adequadamente seus alimentos não é possível remover totalmente o agrotóxico presente nele. Mas quando bem utilizado e dentro das quantidades adequadas ele impede a ação dos seres nocivos, sem estragar os alimentos e não causam nenhum dano à nossa saúde.

A contaminação por ingestão de alimentos com alta quantidade de agrotóxicos pode causar sintomas como: dores de cabeça e alergias.

Uma parte dos agrotóxicos pode ser retirada quando o alimento é lavado em água corrente e "esfregado" em baixo da água. Soluções de água com hipoclorito de sódio devem ser utilizadas na proporção de uma colher de sopa de hipoclorito para 1 litro de água, mas agem somente sobre agentes microbiológicos que possam estar presente nos alimentos.

Pensando na segurança do consumidor a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) criou um Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), com o objetivo de assegurar que a quantidade de agrotóxicos utilizada nos alimentos está de acordo com o Limite Máximo de Resíduo (LMR).

Uma solução para garantir a diminuição da ingestão de agrotóxicos é optar por alimentos orgânicos, pois eles são cultivados sem o uso de agrotóxicos ou adubos químicos.

Comente

Últimas