Alimentação e Tensão Pré-menstrual

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Alimentação e Tensão Prémenstrual

A Tensão Pré-menstrual, também chamada de Transtorno Disfórico Pré-menstrual, é um problema comum para a 80% das mulheres e que pode ser amenizado através da alimentação.

A Tensão Pré-menstrual (TPM) é o conjunto de sintomas físicos e emocionais caracterizados na última fase do ciclo menstrual da mulher. Muitas hipóteses têm sido levantadas sobre as causas da TPM, mas o que se sabe é que alterações hormonais fisiológicas do ciclo menstrual interferem no sistema nervoso central e causam os sintomas. É importante ressaltar que esta síndrome acompanha a ovulação normal da mulher.

Fatores ambientais, como a alimentação, podem influenciar o aumento dos sintomas, por isso recomenda-se evitar alimentos como chocolate, café, refrigerantes e álcool.

A deficiência de vitamina B6 e magnésio e o desequilíbrio de cálcio e magnésio também estão relacionados com a presença dos sintomas, que variam largamente de mulher para mulher, assim como a sua intensidade.

Desde a depressão, pensamentos negativos, ansiedade, tensão, nervosismo, raiva ou irritabilidade, dificuldade de concentração, alteração do apetite, cansaço, distúrbios do sono, retenção hídrica, cólicas, dor de cabeça e sensibilidade mamária aumentada.

Como amenizar os sintomas da tensão pré-menstrual através da alimentação:

  • Ingerir sempre alimentos ricos em cálcio, como leite e seus derivados: queijos, iogurtes, leites fermentados etc;
  • Consumir alimentos ricos em magnésio, como leguminosas (feijão, soja, lentilha e ervilha), vegetais de folha verde escura (agrião, espinafre, rúcula entre outros), nozes e grãos de cereais integrais (aveia, granola, arroz, farinha de trigo integral, entre outros);
  • Não fumar;
  • Fazer exercícios regularmente;
  • Fracionar as refeições para que haja uma melhor digestão e metabolismo dos alimentos;
  • Fazer refeições leves com frutas; cereais como massas e pães; hortaliças; carne branca e leguminosas.
  • Evitar alimentos gordurosos.
    • Facebook
    • Pinterest
    • Twitter
    • Google+

    Comente

    Últimas