Alimentação Vegetariana

Alimentação Vegetariana

O vegetarianismo é um tipo de alimentação na qual alimentos obtidos a partir do sacrifício de animais são proibidos para o consumo. Entretanto, pode haver exceções, como, por exemplo, os ovolactovegetarianos que restringem apenas a carne, incluindo laticínios e ovos em seu plano alimentar. Geralmente, os vegetarianossão preocupadas com questões ecológicas e, por vezes, deixam de consumir carnes devido a crenças religiosas ou filosóficas, ou por acharem esta uma opção de vida mais saudável.

Entretanto, a exclusão total de alimentos de origem animal exige alguns cuidados. Isto porque há uma maior dificuldade em se atingir a quantidade de proteínas e de algumas vitaminas e minerais necessários para um bom funcionamento do organismo, principalmente entre os vegetarianos ortodoxos. Desta forma, deve haver uma combinação adequada de alimentos para uma obtenção suficiente de nutrientes.

Para que você saiba um pouco mais sobre este estilo de vida, dê uma olhada nas características desta alimentação:

Proteínas

Ao contrário do que muitos dizem, é possível, na alimentação vegetariana, chegar ao equilíbrio de aminoácidos essenciais. Para tanto, deve-se combinar cereais, sementes, frutas, verduras, legumes e leguminosas, em especial a soja, já que é uma excelente fonte de proteínas vegetais. Estudos recentes mostram que sua proteína é nutricionalmente equivalente à animal.

Vitaminas e minerais

Os ovolactovegetarianos, lactovegetarianos (incluem apenas laticínios em suas refeições) e pescatarianos (consomem peixes, laticínios e ovos) são capazes de atingir facilmente as necessidades de vitaminas e minerais para um bom funcionamento do organismo. Já os vegetarianos ortodoxos, mesmo variando ao máximo a sua alimentação, tendem a apresentar deficiências, principalmente de cálcio, ferro e vitamina B12, devendo ser, por vezes, suplementados.

O tofu, as folhas verdes escuras, sementes, cereais enriquecidos e grãos integrais são ricos em cálcio, zinco, riboflavina e outras vitaminas do complexo B. Já os laticínios, gema de ovo e peixes fornecem a vitamina B12.

Quanto ao ferro, dificilmente se atinge as necessidades nutricionais deste mineral. Isto porque os vegetais são fontes de ferro não-heme, ou seja, a sua forma menos absorvida - o organismo absorve apenas 1/4 do ferro não-heme proveniente dos vegetais, em relação ao ferro heme encontrado em carnes, peixes e aves. Desta forma, é importante a inclusão de alimentos fontes de vitamina C, como, por exemplo, suco de laranja ou de limão, potencializando, assim, a sua absorção.

Saúde

Não há provas científicas de que os vegetarianos tenham uma sobrevida maior que as pessoas que consomem carne. Entretanto, não há dúvidas de que este grupo desfruta de algumas vantagens. Um exemplo disso é a obesidade, uma condição rara entre os adeptos da alimentação vegetariana. Além disso, tendem a apresentar níveis de colesterol mais baixos, reduzindo os riscos de virem a desenvolver aterosclerose, doenças do coração ou derrame cerebral.    

Comente

Assuntos relacionados: alimentação vegetarianismo vegetarianos

Últimas