Alimentos industrializados e a Gordura Trans

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Alimentos industrializados  Gorduras Trans

Nos últimos anos, muito tem se discutido a relação entre o consumo elevado de gordura e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e circulatórias.

Esse grande vilão da saúde é conhecido como a gordura saturada. É proveniente de alimentos de origem animal como carnes, leite integral e seus derivados (manteiga, queijo), chocolate, alimentos fritos etc.

Seu consumo excessivo aumenta as gorduras sanguíneas como colesterol total, LDL-colesterol e triglicérides.

Porém, o que muita gente não sabe é que a gordura insaturada também pode ocasionar tais problemas. A gordura saudável, proveniente de alimentos de origem vegetal, quando transformada em saturada, através do processo de hidrogenação industrial, passa a ter outras características, que não anteriores.

A gordura insaturada é líquida em temperatura ambiente como os óleos vegetais, por exemplo. Através do processo de hidrogenação industrial, os óleos se solidificam, dando aos alimentos maior estabilidade, consistência, sabor sem ranço e maior tempo de prateleira.

O resultado dessa hidrogenação parcial é a chamada gordura trans. Ela está presente principalmente nas margarinas e alimentos preparados com estes ingredientes, além de alimentos industrializados, como sorvete, salgadinho de pacote, bolos industrializados, biscoitos recheados, bolachas, batata frita, pratos congelados, etc.

A gordura trans tem ação semelhante a das gorduras saturadas e, além disso, diminui o que chamamos de colesterol "bom" - o HDL e aumenta o colesterol "ruim" - o LDL, portanto só pode ser consumida com moderação.

No Brasil, o Ministério da Saúde e a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) estabeleceram em 2008 metas para reduzir o percentual de gorduras trans nos alimentos a um limite de 2% do total de gorduras até o final de 2010.

Desde então, alguns fabricantes estão substituindo a gordura hidrogenada pela gordura interesterificada.

Para produzir margarinas com "baixo conteúdo de trans" ou "livre de trans", os fabricantes agora interesterificam uma mistura de óleo líquido com óleo totalmente hidrogenado.

Mas alguns estudos já sugerem que esse tipo de gordura pode ser mais prejudicial à saúde do que a gordura hidrogenada.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas