Alimentos Transgênicos. Saiba um pouco mais sobre eles.

Alimentos Transgênicos Saiba um pouco mais sobre e

Você já deve ter ouvido falar em alimentos transgênicos. Mas o que é isto? Que gosto tem? Onde vende? Todas estas perguntas possuem respostas complexas, cheia de explicações científicas. Mas o assunto é importante e pode influenciar diretamente a sua vida.

Muitos produtos industrializados, por exemplo, possuem como matéria-prima farelo de soja e a soja é o principal alimento modificado geneticamente. A ciência avança rápido neste ramo, mas existe um longo caminho de descobertas pela frente. Nós do Cyber Diet, resolvemos colocar o assunto em pauta para você entender um pouco mais sobre o futuro da alimentação.

O que é? Alimentos Geneticamente Modificados: são alimentos criados em laboratórios com a utilização de genes (parte do código genético) de espécies diferentes de animais, vegetais ou micróbios.

Organismos Geneticamente Modificados: são os organismos que sofreram alteração no seu código genético por métodos ou meios que não ocorrem naturalmente.

Engenharia Genética: ciência responsável pela manipulação das informações contidas no código genético, que comanda todas as funções da célula. Esse código é retirado da célula viva e manipulado fora dela, modificando a sua estrutura (modificações genéticas).

Com o aprimoramento e desenvolvimento das técnicas de obtenção de organismos geneticamente modificados e o aumento da sua utilização, surgiram então, dois novos termos para o nosso vocabulário: biotecnologia e biossegurança.

Biotecnologia é o processo tecnológico que permite a utilização de material biológico para fins industriais.

A biossegurança é a ciência responsável por controlar e minimizar os riscos da utilização de diferentes tecnologias em laboratórios ou quando aplicadas ao meio ambiente.

Pontos positivos dos alimentos transgênicos

  • Aumento da produção de alimentos;
  • Melhoria do conteúdo nutricional, desenvolvimento de nutricênicos (alimentos que teriam fins terapêuticos);
  • Maior resistência e durabilidade na estocagem e armazenamento
  • Pontos negativos dos alimentos transgênicos

  • Aumento das reações alérgicas;
  • As plantas que não sofreram modificação genética podem ser eliminadas pelo processo de seleção natural, pois, as transgênicas possuem maior resistência às pragas e pesticidas;
  • Aumento da resistência aos pesticidas e gerando maior consumo deste tipo de produto;

  • Apesar de eliminar pragas prejudiciais à plantação, o cultivo de plantas transgênicas pode, também, matar populações benéficas como abelhas, minhocas e outros animais e espécies de plantas.
  • Alguns países que cultivam alimentos transgênicos

    Estados Unidos: melão, soja, tomate, algodão, batata, canola, milho.

    União Européia: tomate, canola, soja, algodão.

    Argentina: soja, milho, algodão.

    No mundo todo, pesquisadores e cientistas estão desenvolvendo pesquisas sobre quais são as reais consequências da utilização de alimentos genéticos no organismo humano e no meio-ambiente. Consumidores de países onde já ocorre a comercialização de alimentos transgênicos exigem a sua rotulagem, assim como estão sendo feito com os orgânicos, para que possam ser distinguidos na hora da escolha do alimento.

    Rotulagem dos alimentos transgênicos

    Um outro tema abordado quando se discute os alimentos transgênicos é o da rotulagem dos produtos. Todo o cidadão tem o direito de saber o que irá consumir. Por isto, a descrição da composição do alimento e o gene que foi inserido no produto, devem ser informados. Além dos rótulos dos produtos nacionais é necessário que sejam analisados os produtos importados produzidos através da biotecnologia.

    No meio de todas as discussões, uma certeza reina entre cientistas, representantes do governo e da defesa do consumidor: é preciso investir em pesquisa e aprimorar os estudos.

    Comente

    Últimas