Anorexia nervosa: saiba mais sobre ela

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Anorexia nervosa saiba mais sobre ela

A anorexia nervosa é muito comum entre mulheres jovens, mas também pode atingir homens, embora em menor freqüência. Esse distúrbio causa uma distorção da imagem corporal, porque mesmo muito magras, as doentes se sentem gordas ou acima do peso.

A recusa alimentar se deve ao medo de ganhar peso, mesmo que seja para alcançar um peso mínimo considerado saudável, de acordo com os padrões de referência.

A doença pode ocorrer por diversos fatores, mas normalmente começa com uma dieta feita por conta própria, que passa a ser cada vez mais restritiva. Como a pessoa não tem uma visão real do seu corpo, mesmo muito magra continua se sentindo acima do peso, o que causa uma exclusão cada vez maior dos alimentos ingeridos habitualmente. Ou então, a pessoa passa a tomar atitudes purgativas, como a indução de vômito e uso de laxantes.

A doença possui dois subtipos:

  • Restritivo: o doente permanece em jejum ou consome cada vez menos alimentos.
  • Purgativo: além de comer uma quantidade muito pequena de alimentos ou ter episódios compulsivos, a pessoa vomita ou toma laxantes com medo de ter engordado por ter se alimentado. É freqüente também a associação com outras patologias como síndrome do pânico, distúrbio obsessivo compulsivo e depressão.

As causas da anorexia nervosa não são bem conhecidas, mas variam entre fatores biológicos como a predisposição genética e alterações de substâncias neuroquímicas e fatores psicológicos, como interação social mal adaptada e problemas familiares.

A anorexia é uma doença crônica e requer cuidados a longo prazo. O tratamento da doença baseia-se em acompanhamento psicológico com medicamentos, terapias e nutricionista para mudança no hábito alimentar, com modificação de atitudes de maneira gradual, introduzindo os alimentos lentamente já que o paciente não está mais acostumado ao consumo habitual de alimentos.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: alimentação nutrição saúde anorexia

Últimas