Atenção aos rótulos!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Atenção aos rótulos

Observar atentamente as informações contidas nos rótulos dos produtos alimentícios é regra fundamental para quem deseja manter-se saudável e evitar prejuízos. No caso de pessoas com restrições alimentares como os hipertensos, diabéticos e pessoas com algum tipo de alergia alimentar, a preocupação com as informações contidas nas embalagens deve ser redobrada.

De acordo com a lei, além das informações básicas, como prazo de validade, quantidade, ingredientes, nome e endereço do fabricante, os rótulos de alimentos e bebidas devem apresentar uma tabela com 10 itens: valor calórico, carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, colesterol, ferro, fibra alimentar, cálcio e sódio. A quantidade será indicada para porção padrão individual expressa em gramas ou mililitros.

O assunto é tão importante que faz parte das orientações do médico para o paciente alérgico e sua família, como diz a Dra. Renata Rodrigues, pesquisadora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e especialista em alergia alimentar. "Crianças muito sensíveis a determinado alimento podem desencadear reações graves, as chamadas anafilaxias, quando em contato com mínimas quantidades destas proteínas, especificadas como "traços" pela indústria de alimentos".

Ela alerta que os cuidados não devem ser tomados apenas com alimentos, mas também com cosméticos. "Como exemplos, o leite e o amendoim, que fazem parte de uma infinidade de hidratantes". E mais: não adianta acostumar-se que os produtos de determinada marca não possuem certos tipos de alimento em sua composição. "Estes produtos podem ter sua receita modificada sem aviso prévio do fabricante e o tal componente vilão aparece de repente", diz a médica.

Na prática, porém, muita gente não sabe "traduzir" as informações do rótulo, por exemplo, em relação à presença de lactose no alimento. Quais são os termos que indicam que a lactose está presente no produto? A Dra. Renata esclarece. "Em primeiro lugar é válido lembrar que a lactose é apenas o açúcar do leite, e os verdadeiros vilões das alergias são as proteínas, como as caseínas. Estas proteínas do leite podem estar presentes nos rótulos sob os mais diferentes nomes: leite (derivados, proteínas, sólidos, condensado, evaporado, desidratado, maltados, desnatado, semidesnatado, sem lactose); aromatizantes artificiais a base de manteiga / margarina; manteiga / margarina; caseína; caseinatos (de amônio, cálcio, magnésio, potássio ou sódio); hidrolisados (de caseína, proteínas do leite, soro, proteínas do soro); soro (isento de lactose, desmineralizado, de concentrado d proteínas); lactoalbumina; fosfato de lactoalbumina; lactoglobulina; queijo; cottage; nata; creme; cream cheese; pudim; iogurte; chocolate; creme Bavária".

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas