Bebidas Isotônicas e Exercícios

Bebidas Isotônicas e Exercícios

Durante a atividade física, para obter o rendimento desejado é preciso fazer uma correta hidratação do organismo antes, durante e depois dos exercícios. Mas, qual é a importância da hidratação? Para quais intensidades de exercícios as bebidas isotônicas são indicadas? Há contra-indicação no uso de isotônicos?

Através da transpiração, ocorre a perda de água e eletrólitos (sódio, potássio, magnésio e cloro) causando a desidratação, que acarreta na diminuição do volume sangüíneo em cada bombeamento feito pelo coração. Entretanto, o organismo mobiliza a água de várias partes do corpo para o sangue. Sendo esse mecanismo insuficiente, ocorre um aumento da freqüência cardíaca na tentativa de manter o bombeamento de sangue e a pressão normal. Quando o aumento da freqüência cardíaca é insuficiente ocorre a redução de força aeróbica (capacidade respiratória) e o prejuízo no desempenho da atividade física.

De acordo com a porcentagem de perda de água corpórea, pode haver o comprometimento da atividade física. Por exemplo, se houver perda de 2%, ocorre a sensação de sede forte, desconforto e perda de apetite; com perda de 4%, há a diminuição de 20 a 30% da capacidade de atividade física acarretando em um esforço maior para a sua realização. Com 80%, pode ocorrer vertigem, a respiração torna-se difícil, quando se pratica exercício e há o aumento da fraqueza.

Os principais eletrólitos que compõem o suor são o cloro, sódio, potássio e magnésio. A quantidade de perda desses componentes varia de indivíduo para indivíduo. Assim, pessoas com um melhor condicionamento físico tendem a ter uma menor perda de eletrólitos.

As bebidas isotônicas possuem concentrações de eletrólitos semelhante ao sangue humano fazendo com que ocorra uma rápida absorção de líquido. Por apresentar baixa quantidade de carboidratos (em torno de 8%) se comparado com outras bebidas (sucos e refrigerantes), não há sobrecarga do aparelho digestivo. Além disso, os carboidratos fornecem energia para os músculos em exercício.

Assim, pessoas que praticam atividade física podem fazer uso de isotônicos, mas em quantidades que não sobrecarreguem o organismo. Além das pessoas que praticam atividades de alta intensidade, os isotônicos podem ser usados, também, na prática de exercícios de baixa e média intensidade. Pessoas hipertensas, diabéticas, celíacas, com doenças renais, gestantes ou lactantes poderão usar as bebidas isotônicas somente com orientação médica.    

Comente

Últimas