Como congelar os alimentos corretamente

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Como congelar os alimentos corretamente

Atualmente é quase impossível para a maioria da população preparar diariamente uma comidinha fresquinha. A correria do dia-a-dia faz com que usemos cada vez mais alimentos industrializados, prontos para o consumo e cada vez menos alimentos frescos e in natura.

Para tentar driblar essa situação, uma das opções mais saudáveis é o congelamento dos alimentos. O congelamento nada mais é do que a conservação dos alimentos através da temperatura fria (de -18ºC a -23ºC).

A vantagem do congelamento é que melhora a preservação dos alimentos e preparações (que duram um tempo maior quando comparados aos alimentos preservados em refrigeração). Além disso, é possível programar as refeições da semana, tendo sempre à mão uma comidinha feita em casa e bem mais saudável, com economia de tempo e dinheiro.

Etapas do congelamento

  • Separe alimentos de boa qualidade e limpos;
  • Faça os procedimentos necessários para cada tipo de alimento (veja abaixo);
  • Coloque em embalagens adequadas como potes plásticos, de vidro ou sacos plásticos próprios para alimentos, em quantidades pequenas, ideais para o consumo de uma refeição, tentando retirar o ar, se possível com uma bombinha específica;
  • Identifique com uma etiqueta contendo data de fabricação e data de validade;
  • Coloque no freezer na temperatura adequada, abaixo de 18º C;
  • Conserve os alimentos congelados numa temperatura de -18ºC por até 3 meses; Nunca recongele os alimentos.

Congelamento de frutas

As frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Armazene as frutas na quantidade exata que você ou sua família consomem. Coloque uma etiqueta com os dados descritos acima e coloque na embalagem. As frutas congeladas devem ser consumidas em preparações como bolos, tortas, entre outros.

Congelamento de hortaliças

Para congelar hortaliças é necessário usar uma técnica chamada branqueamento, que melhor conserva as características como sabor, cor, textura, além de provocar também uma diminuição na atividade enzimática e na proliferação de bactérias.

O branqueamento se refere à lavagem correta das hortaliças, onde devem ser separadas partes estragadas. Em seguida, deve-se submergir o alimento em água fervente e rapidamente colocá-lo em água fria, para que ocorra o choque térmico.

Congelamento de carnes

As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpas e as partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas. Esses alimentos devem ser armazenados na quantidade em que serão consumidos.

Congelamento de alimentos pré-preparados

Prepare os alimentos como pouco tempero e não exceda o tempo no fogo, já que os alimentos serão aquecidos novamente.

Após o preparo dos alimentos, coloque-os em embalagens adequadas, na quantidade a ser consumida em uma refeição e, em seguida, coloque a embalagem do alimento pronto sobre um recipiente com água fria e gelo. Depois, coloque o alimento no refrigerador e após o resfriamento, coloque no freezer.

Alimentos que não devem ser congelados

Ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, banana, pêra, verdura de folha, pudins em geral, tomate, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, macarrão sem molho, cremes engrossados.

Descongelamento

Os alimentos devem ser descongelados sempre colocando o alimento no refrigerador, em forno de microondas ou em temperatura ambiente por no máximo 4 horas, sob embalagem adequada.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas