Como não fugir da dieta no Inverno?

Você não precisa deixar de comer o que gosta, basta que tenha moderação

Como não fugir da dieta no Inverno

Fica difícil manter a boa e velha dieta com tanta coisa boa para comer no inverno, não é mesmo? Errado! Depois de conversar com o nutricionista Leandro Kuroda, criador do Saúde com Definição, e com Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar, constatamos que a tarefa é mais do que fácil.

Segundo o profissional, o segredo para o sucesso da dieta no inverno ou em qualquer estação, é nunca mais pensar que você está fazendo uma dieta, com alimentos proibidos. Ele explica: "São as dietas restritas em opções que causam o ‘boicote’, isso só significa que o seu plano alimentar está desbalanceado e inadequado para suas necessidades".

Inclusive, estudos comprovam que o simples fato de rotular alimentos como proibidos e maus apenas reforçam a vontade por estes alimentos, criando o ciclo dieta, boicote e pé na jaca. Em inglês, esse processo é conhecido por Disinhibited Eating.

Portanto, se você sabe que adora comer doce e que não ficaria sem o fondue uma vez por semana no inverno, faça o favor de acrescentar esses alimentos em seu cardápio - de forma moderada, é claro.

Afinal, fazer dieta não significa parar de comer e sim criar um novo estilo saudável para manter durante a vida toda. Já pensou ficar sem seu bolo de chocolate favorito para sempre? Pois é.

Por isso mesmo que Talitta garante: "Reeducação alimentar sempre é o melhor caminho. É o método mais saudável que existe para emagrecer e manter o peso com saúde".

Portanto, trace meios e formas de equilibrar sua alimentação. "Fazendo o seu planejamento, você já determina para seu cérebro o que você deve comer e não cai em armadilhas", afirma a profissional. E continua: "Dessa forma, você garante não deslizar e tem consigo seus lanches intermediários".

Para não fugir desse planejamento, principalmente no inverno, ela dá alguns truques:

• Programe idas aos supermercados somente quando necessário;

• Antes das compras faça uma lista em casa, certificando-se do que tem no armário;

• Seja breve nas compras, afinal, mercado não é shopping!;

• Evite certos corredores como: temperos prontos, produtos processados e congelados, padaria, doces e etc;

• Não vá ao mercado com fome, a tendência é trazer itens desnecessários e guloseimas e pratos prontos, podem colocar em risco seu objetivo;

• Compre semanalmente no hortifruti;

• Para evitar desperdícios, com as hortaliças, faça cubos congelados de vegetais como a couve e espinafre para adicionar nas sopas;

• As frutas que serão usadas nos intervalos ou em suchás devem ser guardadas na geladeira e retiradas conforme o uso. Exemplo: foram comprados 4 papayas, retire um a um da geladeira.

Se você se considera uma viciada em doces, saiba que alguns alimentos ajudam a te deixar bem longe deles. Como explica Kuroda: "A compulsão por doces acontece principalmente devido ao aumento dos níveis do hormônio cortisol, chamado de hormônio do estresse, e a consequente queda dos níveis de serotonina, o neurotransmissor da saciedade e bem-estar. Assim, alimentos que contém nutrientes importantes para a produção de serotonina podem ajudar a reduzir a compulsão por doces. Os principais são: magnésio, triptofano e vitamina B6, que podem ser encontrados principalmente no cacau e na banana".

Outros alimentos ricos em magnésio e vitamina B6 são os cereais integrais, feijões e castanhas.

Para substituir doces pesados por outros que não vão influenciar em seu planejamento alimentar, Talitta indica: "As frutas aquecidas com canela em pó, são ótimas alternativas. A canela tira vontade de comer doces e o aquecimento da fruta traz conforto e melhora quadros de ansiedade, por exemplo. Fica muito gostoso com abacaxi, maçã ou banana".

Sobre os deliciosos fondues, ela diz: "Opte pela versão de chocolate com maior teor de cacau. É sempre melhor. Mas vale lembrar que geralmente se usa o creme de leite, fonte de gordura".

Pera cozida no suco de uva ou no vinho também é uma ótima e fina receita, como a especialista ensina: "Para fazer a pera dos deuses, você vai precisar de 2 peras descascadas, 200 ml de suco de uva integral sem açúcar, 2 canelas em pau, 1 colher de sobremesa de cravos e 3 anis estrelados. Modo de fazer: colocar em uma leiteira o suco de uva e as especiarias, em seguida a pera, deixar cozinhar por aproximadamente 4 minutos. Colocar em uma taça e servir".

Para driblar a vontade de comer alimentos mais pesados, como o frio sugere, Talitta indica a ingestão de chás ao longo do dia, para não deixar a ingestão de líquidos comprometida também.

"Os chás não possuem calorias, além de estimular o bom funcionamento do organismo", afirma. E indica os chás de canela, hibiscus, gengibre e hortelã e os suchás de morangos orgânicos com canela em pau e abacaxi com cravos.

Contato:

Leandro Kuroda, criador do Saúde com Definição

Por Alessandra Vespa


Comente

Assuntos relacionados: dieta inverno

Últimas