Detox faz mal à saúde? Mitos e verdades esclarecidos

Entenda aqui a polêmica por trás dos sucos detox e saiba como e quando consumir
Detox faz mal à saúde?

Foto: © Kesu01

Quando você pensa em desintoxicar o corpo, qual a primeira palavra que lhe vem a cabeça? Se a sua resposta é 'Detox', saiba que este conceito fit não é uma fórmula mágica.

Existe uma grande diferença entre suco detox - aquele feito em casa, com produtos fresquinhos - e os cobiçados produtos detox.

Segundo nutricionistas, os sucos geralmente preparados com couve, pepino, gengibre entre outras verduras e legumes, ajudam de fato a reduzir a retenção de líquidos e estimular o intestino. Quando feitos em casa, eles são uma opção nutritiva para quem procura uma alimentação mais saudável. Ou seja, eles podem, sim, contribuir para a perda de peso desde que aliados à dieta adequada e atividade física.

O perigo está no termo 'Detox' usado na embalagem de determinados produtos industrializados. De acordo com o investigador Edzard Ernst, da Exeter University para jornal The Guardian, algumas embalagens trazem conceitos pseudomédicos para vender um tratamento falso.

“É a exploração criminosa do homem comum sobre algo que todos gostávamos de ter – um remédio simples que nos liberta dos nossos pecados, por assim dizer. É bom pensar que poderia existir, mas infelizmente não existe”, disse.

Prova disso é a avaliação da Anvisa, agência que regulamenta os alimentos e medicamentos no Brasil. De acordo com o órgão, uma grande gama de produtos 'Detox' estão irregulares porque são registrados como alimentos, mas prometem efeito de medicamento sem nenhuma comprovação de eficácia.

Isto é, antes de tomar qualquer cápsula, pó, ou shake 'Detox' é preciso consultar um profissional de Saúde para definir qual é o método ideal para alcançar o seu objetivo.

É preciso entender que a "desintoxicação" literal do corpo a partir de ingestão não existe, assim como o 'emagrecimento sem esforço'. Mesmo assim, ainda há quem acredite que métodos mais agressivos, como a lavagem intestinal, sejam a chave para o emagrecimento. 

Para desmistificar esta crença, o Conselho Federal de Medicina alerta: a lavagem intestinal só é indicada com uma indicação precisa - como no preparo para fazer exames ou em casos graves de prisão de ventre. Se for feita para qualquer outra finalidade, como a suposta desintoxicação, não há prova científica de que a lavagem seja eficaz e muito menos segura. 

Dietas detox

Além da discussão em torno dos sucos e dos produtos detox, as dietas também foram colocadas em questão. De acordo com Silvia Marques, nutricionista do CyberDiet, substituir a alimentação diária por sucos detox não é uma boa pedida. "A 'dieta detox' não fornece os nutrientes necessários que precisamos ter em cada refeição", alerta.

A profissional, sugere que o suco detox seja feito em casa contendo frutas, legumes e verduras e assim, consumir antes do café da manhã. Anotou? Saúde em primeiro lugar!

Por Thamirys Teixeira


Comente

Últimas

Copyright © 2019 e-Mídia