Diet, light ou zero?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Diet light ou zero

Quem é que nunca olhou para uma prateleira no mercado e ficou na dúvida se levava o produto na versão diet, light ou zero? Com tantas opções sobram dúvidas sobre qual é o ideal. A nutricionista do Hospital do Coração, Camila Marcucci Gracia, explica que não dá para confiar apenas nas palavras "diet, light ou zero" no rótulo, é necessário verificar a tabela de composição.

Camila explica que os alimentos diet são isentos de açúcar e/ou proteína e/ou gorduras. Eles são indicados para portadores de doenças como diabetes e podem não ser úteis para quem quer perder peso, pois podem ter valor calórico maior que aqueles que contêm açúcar.

Para se ter uma idéia, 1/3 de uma barra de chocolate ao leite de 30g contém 132 calorias e 7,3g de gorduras totais enquanto que a mesma quantidade de chocolate ao leite diet possui 142 Kcal e 9,9g de gorduras totais. Neste caso, o produto diet é isento de açúcares, porém apresenta maior teor de calorias e gorduras que o original. Não é indicado para perda de peso, mas para dietas restritas em açúcar.

O termo light é dado aos alimentos que tenham menos calorias, açúcares, gorduras, sódio ou outro nutriente em relação ao produto original. São indicados para pessoas que desejam reduzir o teor de açúcares, gorduras ou sal na alimentação. Mais uma vez é necessário ter atenção ao rótulo, já que nem todo alimento light é próprio para perda de peso. A redução calórica em certos alimentos é muito pequena. "Alguns pães são considerados light pelo seu teor reduzido de gorduras e não, necessariamente, de calorias.", explica a nutricionista.

O zero é o termo mais novo entre os três. Ele indica que o alimento apresenta restrição ou isenção de algum nutriente em comparação com a versão tradicional. Se a isenção for de açúcares, o produto ainda deve apresentar valor calórico reduzido. Um caso de alimento zero são os refrigerantes, que são isentos de açúcar e possuem muito menos calorias em comparação ao produto original. "De modo geral as indicações são semelhantes ao dos alimentos light."

O refrigerante talvez seja o produto que mais encontramos com as três denominações. Camila explica que, neste caso, todas representam produtos com teor reduzido de açúcares e de calorias em relação aos produtos normais. No caso da bebida é necessário também estar atento a quantidade de sódio.

"A quantidade de sódio vai variar de acordo com o tipo de refrigerante e o tipo de adoçante utilizado, alguns com maior quantidade outros com menor. Na dúvida, olhe novamente a tabela de composição e opte por aquele que tiver menor teor por porção. Porém, se o objetivo for controlar o sódio da alimentação, o ideal é evitar os refrigerantes."

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas