Disfunções Hormonais e Ganho de Peso

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Disfunção hormonal

Se dedicar inteiramente em modificar hábitos alimentares, seguir a dieta a risca e praticar exercícios, nem sempre pode ser o suficiente para eliminar os quilos necessários, mas o que fazer? Consultar um médico e ver se está tudo bem com o seu metabolismo é uma alternativa, pois você pode ter alguma disfunção hormonal que esteja atrapalhando seu objetivo.

Existem algumas disfunções hormonais que estão relacionadas com o ganho de peso sim, como por exemplo o excesso de corticóide e o hipotireoidismo.

Corticóide

Geralmente o excesso acontece através do uso de medicamentos, diversos tipos podem conter esse hormônio. O aumento e a redução dos hormônios tireoidianos levam a processos metabólicos que reduzem a taxa metabólica (quantidade de energia que o corpo gasta em repouso), levando ao acúmulo de gordura corporal.

Hipotireodismo

O hipotireoidismo é uma disfunção hormonal caracterizada pela diminuição na produção dos hormônios T3 e T4. Pode atingir tanto homens quanto mulheres, mas a incidência é maior entre as mulheres e aumenta com a idade.

A causa mais freqüente do hipotireoidismo é a tireoidite autoimune, também conhecida por tireoidite de Hashimoto. Os sintomas costumam ser: cansaço, depressão, queda de cabelo, constipação intestinal, unhas quebradiças, aumento de peso e outros, por isso se perceber esses sintomas, consulte um médico.

Para o tratamento dessas disfunções hormonais é preciso fazer exames específicos para depois tratar. Identificar a medicação, se o caso for excesso de corticóide e avaliar se é possível reduzir ou trocar.

Repor hormônio de tireóide na quantidade adequada no caso do hipotireoidismo. E aí sim, fazendo o tratamento adequado, praticando exercícios e seguindo firme na reeducação alimentar você conquistará seu objetivo.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas