Esclareça suas dúvidas sobre gordura trans

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Esclareça suas dúvidas sobre gordura trans

De acordo com a resolução RDC360 da Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), é determinado que sejam declarados nos rótulos dos alimentos industrializados a quantidade de gordura trans presente nos alimentos. Desde o dia 01 de agosto de 2006 as empresas devem obrigatoriamente especificar esta informação na embalagem de seus produtos.

Os produtos fabricados e embalados no país ou importados até 31 de julho de 2006 poderão ser vendidos até o final dos estoques, observados os prazos de validade.

Ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto, como, por exemplo: O que este tipo de gordura causa no organismo? Quais alimentos contem este tipo de gordura? Aonde verificar a informação sobre gordura trans? Por este motivo, elaboramos algumas perguntas e respostas sobre gordura trans.

O que é gordura trans?

A gordura trans é um tipo de gordura formada pelo processo de hidrogenação natural ou industrial. O processo de hidrogenação industrial consiste na adição de hidrogênio nos óleos vegetais até que este se torne sólido a temperatura ambiente.

Qual a necessidade de ter este tipo de gordura nos alimentos?

Para melhorar a consistência dos alimentos, dar um sabor mais acentuado, deixar os alimentos mais sequinhos, crocantes e apetitosos. E também para dar um prazo de validade maior aos alimentos.

Por que é prejudicial este tipo de gordura? O que causa no organismo?

O consumo excessivo de gordura trans no organismo causa alterações no metabolismo lipídico. Aumenta o colesterol total e o LDL (colesterol ruim), além de diminuir o HDL (colesterol bom). Com o aumento do colesterol, pode acontecer a obstrução dos vasos sanguíneos, causando doenças cardiovasculares. Estudos mostram também que o excesso de gordura trans favorece o acúmulo de gordura visceral, que é a gordura armazenada entre as vísceras ou órgãos do corpo. Na obesidade do tipo andróide (onde a gordura se armazena na barriga) é onde a gordura visceral se acumula e produz substâncias prejudiciais ao organismo.

Quais os alimentos que têm este tipo de gordura?

Alimentos industrializados, sorvetes, batata frita, salgadinhos de pacote, bolos, biscoitos, margarinas, pratos congelados, empanados, etc. A gordura trans também está presente em menor quantidade, em alguns alimentos in natura onde passam por um processo de hidrogenação natural, ocorrido nos animais. Podemos citar a carne e o leite.

Por que é obrigatório conter a informação de gordura trans nas embalagens dos alimentos?

Para que assim as pessoas possam saber a quantidade de gordura trans presente nos alimentos e possam escolher alimentos mais saudáveis, com menores teores deste tipo de gordura ou mesmo optar por aqueles que não possuem a gordura trans.

Qual a quantidade permitida diária para este tipo de gordura?

A recomendação é que se consuma o mínimo possível. Procure não ultrapassar a quantidade de 2 g por dia.

Veja na tabela abaixo a quantidade de gordura trans presente em alguns alimentos:

Esclareça suas dúvidas sobre gordura trans

Veja abaixo o novo rótulo dos alimentos, onde constará a informação relativa à quantidade de gordura trans nos alimentos industrializados:

Esclareça suas dúvidas sobre gordura trans

(*) A quantidade de gordura trans é declarada somente em gramas porque não há valor diário estabelecido.    

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas