Fibras na dieta: um nutriente importante

Fibras na dieta um nutriente importante

A fibra é um elemento importante na composição da dieta por estar relacionada com o bom funcionamento intestinal. Mas, os seus benefícios não se resumem a isto e as fibras podem atuar na prevenção de várias doenças, como por exemplo a diabetes. De origem vegetal, a fibra não é absorvida pelo organismo e ela não contribue para o valor calórico dos alimentos ou refeições.

As fibras são divididas em dois tipos:

Fibras Solúveis

A principal fibra solúvel é a pectina, encontrada em frutas (laranja, maçãs), vegetais (cenoura), nos farelos de aveia e nas leguminosas. Esse tipo de de fibra é classificada como solúvel por reter água formando uma estrutura em forma de gel. Este tipo de fibra ajuda na diminuição do nível de colesterol, prevenindo o aparecimento de doenças cardiovasculares.

As dietas ricas em fibras solúveis ajudam no combate à obesidade, já que induzem a uma menor ingestão de alimentos e calorias. A fibra solúvel contribui ainda para uma diminuição na glicose sangüínea devido à uma redução na absorção dessa substância.

Fibras Insolúveis

Encontradas em todos os alimentos vegetais, sua maior fonte são os grãos de cereais como milho, soja, grão de bico e nas frutas consumidas com a casca como a maçã, pera e ameixa.

As fibras insolúveis ajudam na prevenção de algumas doenças como a constipação e o câncer colorretal. Como a principal função desse tipo de fibra é velocidade do trânsito fecal, ela atua acelerando o movimento do bolo fecal através do intestino. Com isso, também diminui a exposição do cólon a agentes que provocam câncer, fazendo com que dietas ricas em fibras insolúveis atuem prevenindo o aparecimento de câncer nesse local.

Vale lembrar que para as fibras cumprirem o seu papel no organismo, é necessária a ingestão de bastante líquidos. Recomenda-se pelo menos 1,5 litros de água diariamente.

Por dia, uma pessoa deve ingerir entre 25 e 30 gramas de fibras. É importante uma dieta variada, que contenha farelos, aveia, frutas, verduras, legumes, grãos e pão integral nas refeições para alcançar esta quantidade.   

Comente

Últimas