Frutas e vegetais como tendência de alimentação para o futuro

A redução no consumo de proteína animal e o aumento pela procura de alimentos frescos tem se mostrado bastante crescente
Frutas e vegetais são tendências de alimentação para o futuro

Foto: iStock / deyangeorgiev

O consumo de frutas e vegetais vem aumentando gradualmente em todo o mundo primeiramente devido à preocupação da população em geral por hábitos mais saudáveis, seguido por uma onda de vegetarianismo em expansão como uma resposta ao aumento no preço de carnes, bem como a adição de hormônios à ração dos animais.


Pesquisadores, marcas de alimentos e consultores em alimentação para restaurantes e hotelaria dos Estados Unidos prevem que juntamente com a redução da quantidade de proteína consumida, a procura por alimentos frescos pode ser uma tendência que cresça bastante em 2016 e nos próximos anos.

Mais antioxidantes, menos agrotóxicos e crescimento dos agricultores locais, facilitando o acesso a esses alimentos são alguns dos motivos para essa mudança no padrão alimentar. Além disso, a sazonalidade dos vegetais é um fator que possibilita maior variedade em seu cardápio, bem como redução no orçamento familiar. 

Com tal movimento, houve um aumento do flexitarianismo, uma variação do tradicional vegetariano, que consiste em privilegiar a ingestão de alimentos vegetais, mas também se permitir pequenas concessões, como comer peixe e até esporadicamente uma porção de carne.

Por isso, recomenda-se que os vegetais de modo geral sejam introduzidos na alimentação desde a infância, a fim de estimular as papilas gustativas para diferentes sabores, sejam esses escondidos em pratos como feijão e sopas, ou na forma de massas, sucos e smoothies, a fim de estimular o consumo por parte da criança.

Comente

Últimas