Hortaliças: remédios do futuro?

Hortaliças remédios do futuro

As hortaliças são indispensáveis na alimentação. Os legumes e as verduras, alimentos tão comuns no nosso dia a dia, pertencem ao grupo das hortaliças. Este grupo compreende todos os vegetais cultivados em horta, cujas partes são comestíveis: caule, raízes, folhas, flores, frutos e sementes.

As hortaliças são indispensáveis na alimentação, as quais devem constituir de 4 a 5 porções de vegetais por dia, para que o organismo funcione bem e se mantenha saudável.

Depois de descobrir os seus principais benefícios, você não vai mais fazer careta para os vegetais. Confira:

  • São leves e de fácil digestão: auxiliam na saciedade, fornecendo poucas calorias;
  • Fornecem água, nutriente indispensável para o organismo;
  • Por serem ricos em fibras, auxiliam no bom funcionamento do intestino. E por falar em fibras, elas também protegem o organismo contra doenças como, por exemplo, na diminuição da taxa de colesterol total já que auxiliam na redução do temido "colesterol ruim;
  • Contêm minerais e vitaminas (as últimas podem estar presentes sob a forma de pigmentos, sendo precursores de vitaminas) que são responsáveis por propriedades importantes no combate de doenças como a gripe, entre tantas outras.
  • Muitos estudos têm sido elaborados para determinar as reais propriedades dos vegetais e, evidentemente, eles serão os "remédios do futuro", utilizados na prevenção de doenças crônicas como o câncer e as doenças cardiovasculares.

    Não é em vão que cada hortaliça possui uma coloração; as cores variam do verde, passando pelo amarelo, até chegar no roxo. Cada pigmento é responsável por uma propriedade e justamente por esta razão que todas as hortaliças são indispensáveis para o organismo. Saiba quais são os pigmentos dos vegetais, suas funções e em que alimentos eles estão presentes:

    Hortaliças remédios do futuro

    É importante salientar que muitos estudos ainda devem ser realizados para que possam levantar quais são as propriedades das hortaliças, se os princípios ativos são realmente absorvidos pelo organismo e as quantidades exatas que devem ser consumidas diariamente, para que o efeito seja significativo. Entretanto, embora não se tenha resposta para todas essas dúvidas, sabe-se que uma alimentação rica em hortaliças fornece substâncias antioxidantes, que auxiliam na prevenção de doenças crônicas. Antioxidante é uma substância capaz de impedir a ação dos radicais livres presentes no organismo, já que estes, em excesso, danificam as células saudáveis e, dessa forma, aumentam o risco de desenvolvimento de câncer, doenças cardíacas e envelhecimento precoce.

    As hortaliças podem ser consumidas cruas (como saladas), em sucos e em preparações (cozidos, sopas, purês, pudins, suflês, recheados, fritos, sauté, ensopados, refogados, gratinados e como recheios de bolinhos e croquetes). Opções não faltam! É evidente que o consumo de vegetais crus garante um maior aporte de vitaminas e minerais, considerando que o processo de cocção acarreta em perdas significativas de alguns micronutrientes. Entretanto, independente da forma de consumo, o importante é que os vegetais são alimentos ricos em fibras, minerais e vitaminas que vão nutrir o seu organismo de saúde!    

    Comente

    Assuntos relacionados: nutrição saúde verduras legumes hortaliças

    Últimas