Manga sem fiapos

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Manga sem fiapos

Existem na natureza infinidades tipos de mangas que se diferenciam umas das outras em relação ao formato do fruto (comprido ou arredondado), coloração da casca (verde, amarela, rósea, alaranjada, vermelha e roxa), sabor, aroma, coloração da polpa, assim como, ausência ou presença de fiapos (ou fibras). De acordo com João Gomes da Costa, pesquisador da Embrapa Semi-Árido, a manga sem fiapos não foi originada de pesquisas planejadas, mas do cruzamento natural entre raças, levando ao surgimento da variedade sem fiapos.

Atualmente no Brasil existe uma grande área de plantação de mangas sem fiapos, voltada para o mercado externo. A variedade mais utilizada é a Tommy Atkins, originada na Flórida, que possui boa coloração, pouca fibra, mas não tem bom sabor para o paladar brasileiro. Este tipo de fruta pode ser encontrado em grandes redes de supermercados, em todas as regiões do Brasil.

Conforme explica o pesquisador, dificilmente encontra-se uma variedade que naturalmente tenha todas as características desejáveis ao consumo. Por esta razão, surgiram os programas de melhoramento genético em mangas e, através de cruzamentos entre variedades especiais, pode-se ter uma fruta próxima à perfeição. Há inúmeros tipos de mangas sem fiapos no Brasil, como as desenvolvidas no Embrapa, no Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e na Universidade Estadual Paulista (Unesp).


O Brasil exporta manga para os Estados Unidos e a Europa, mas o excedente da produção, é vendido aqui mesmo. Segundo João, o preço da manga sem fiapos não é necessariamente mais alto, mas o que encarece o produto é a oferta, no momento da compra. Em relação às vantagens nutricionais, ele ressalta que o fiapo da manga não tem função de fibra digestiva, assim, a ausência deste componente não prejudica a qualidade nutricional do alimento. Além disso, ele levanta a possibilidade de a quantidade de vitamina A ser maior na variedade de manga sem fiapos.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas