Massas engordam. Mito ou Verdade?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Massas engordam Mito ou Verdade

Quem resiste a uma deliciosa massa? Mas de repente vem aquela dúvida: será que vou engordar? Vamos abordar este delicioso tema, explicando um pouco sobre os diversos tipos de massas e dar o segredo, para que você possa comer sem culpas.

Não há certezas sobre a origem do macarrão, uma linha acredita que sua origem seja chinesa outra acredita que o macarrão seja de origem italiana, por ter sido encontrado em ruínas da Pompéia, na Itália, por volta do ano IV a.C.

O fato é que o macarrão passou a ser adorado pelos italianos, que deram nome a vários tipos de acordo com seus formatos. A palavra macarrão refere-se principalmente às massas em forma de tubo. O penne, por exemplo, tem esse nome por se assemelhar a uma pena. As variedades mais comuns são as seguintes: espaguete, fettuccini, fusili, talharim, rigatoni, farfalle e penne.  

As massas podem ser feitas com ingredientes diversos, como: farinha de trigo comum, sêmola, semolina de trigo, farinha de trigo integral, derivados de cereais, leguminosas, raízes, tubérculos. E podem ser classificadas como secas, frescas, instantâneas ou pré-cozidas, de acordo com a sua forma de preparação.

Opte por massas integrais, que foram elaboradas com farinha integral, ricas em nutrientes e fibras que colaboram com o funcionamento intestinal O macarrão é uma das massas mais consumidas no Brasil, pois afinal, a famosa macarronada de domingo é comum na casa de milhões de pessoas. O macarrão é consumido após ser cozido, acompanhado de diversos tipos de molhos.

Tipos de macarrão - Macarrão comum: Elaborado com farinha de trigo e água. Não contém colesterol, pois não há adição de ovos.

- Macarrão com ovos: É adicionado 3 ovos para cada quilo de farinha.

- Macarrão de sêmola: Elaborado com farinha de trigo especial ou sêmola, tornando o produto mais claro. Não contém colesterol, pois não há adição de ovos.

- Macarrão caseiro: Feito de forma artesanal, onde a massa é laminada, tendo maior porosidade e absorvendo melhor o molho.

- Macarrão grano duro: É utilizado um trigo chamado trigo durum, este tipo de macarrão fica mais soltinho . Não contém colesterol, pois não há adição de ovos.

- Macarrão integral: Elaborado com farinha de trigo integral, contém mais fibras em sua composição. Assim como o macarrão comum, de sêmola e o grano duro, não contém colesterol, pois não há adição de ovos.

O ponto ideal de cocção do macarrão é aquele denominado al dente , quando a massa não fica nem muito dura, nem muito mole. As massas levam em média dez minutos para cozinhar, sendo que a massa fresca cozinha mais rapidamente do que a seca.

Na hora da compra, escolha as de cor homogênea, sem manchas. Evite as opacas. Verifique a data de vencimento e o estado da embalagem. Pequenos furos nos pacotes podem significar a presença de gorgulhos (bichinhos que se alimentam de farinhas).

Informação nutricional

As massas são ricas em carboidratos. Muitos praticantes de atividade física utilizam a massa como sua primeira fonte de energia. Apesar de sua má fama, 100g de macarrão cozido fornecem aproximadamente 109kcal. Comparando com o arroz, que em 100g fornece 164kcal, o macarrão ainda tem menos calorias.

O problema é o molho ou ingredientes que são acrescidos. O segredo para manter a forma e poder saborear uma massa deliciosa, é saber escolher o molho e demais ingredientes utilizados na preparação, e comer uma quantidade moderada. Os molhos à base de queijo são mais calóricos e possuem mais gordura, por isso dê preferência aos molhos de tomate.

Outra dica importante é optar por massas integrais, que foram elaboradas com farinha integral, ricas em nutrientes e fibras que colaboram com o funcionamento intestinal.

Veja a seguir alguns tipos de massas, com molhos diferentes e a quantidade de calorias:

- Macarrão ao sugo (molho de tomate), 1 prato raso (200g) = 274kcal

- Macarrão à bolonhesa (molho de tomate com carne moída), 1 prato raso (200g) = 302kcal

- Macarrão com molho branco, 1 prato raso (200g) = 358kcal

- Macarrão ao alho e óleo (alho dourado no azeite ou no óleo), 1 prato raso (200g) = 438kcal

- Macarrão à putanesca (molho de tomate, azeitona preta e aliche ou alcaparras), 1 prato raso (200g) = 290kcal

- Macarrão parisiense (molho branco, ervilha, presunto), 1 prato raso (200g) = 438kcal

- Lasanha quatro queijos, 1 pedaço médio (150g) = 257kcal

- Lasanha presunto queijo, 1 pedaço médio (150g) = 256kcal

- Canelone de ricota (molho branco), 1 unidade média (30g) = 127kcal

- Capeleti de carne (molho de tomate), 1 colher de servir (45g) = 141kcal

- Capeleti de frango (molho rosê), 1 colher de servir (45g) = 176kcal

- Nhoque à bolonhesa, 1 colher de servir (65g) = 200kcal

- Ravioli de queijo (molho branco), 1 colher de servir (45g) = 174kcal

- Ravioli de carne (molho de tomate), 1 colher de servir (45g) = 156 kcal

Agora você já pode optar pelo prato menos calórico, sem ter que se privar de uma massa maravilhosa nos almoços de domingo ou em qualquer ocasião.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: nutrição frio massa comida macarrão

Últimas