Os benefícios da beterraba

Conheça 5 bons motivos para incluir a beterraba no cardápio

Os benefícios da beterraba

A beterraba é uma raiz tuberosa pertencente à família Quenopodiácea. Existem três tipos de beterraba: a beterraba açucareira, usada para produção de açúcar, a beterraba forrageira, usada para alimentação animal e a beterraba de mesa, que é aquela roxinha, sendo a mais conhecida no Brasil.

Ela pode ser consumida crua, cozida, ou na forma de sopas, sucos e tortas. De sabor adocicado, a beterraba possui alta concentração de carboidratos e ótimo valor nutricional, inclusive em suas folhas.

Entre os benefícios que o consumo de beterraba pode trazer à saúde, podemos destacar:

- Ajuda no controle da pressão arterial: Um recente estudo feito pela Associação Americana de Hipertensão analisou homens e mulheres com pressão arterial sistólica entre 140 a 159mm Hg, que não tomavam medicação para pressão arterial e sem complicações médicas. Eles ingeriram diariamente um copo de suco da raiz, com uma pequena quantidade de nitrato (substância encontrada na beterraba) e tiveram sua pressão monitorada por 24hs. Segundo a pesquisa os participantes apresentaram uma redução da pressão arterial.

- Fortalece o sistema imunológico: a beterraba é rica em betacaroteno, vitaminas do complexo B e vitamina C, que ativam o sistema imunológico e aumentam o número de células que combatem as infecções.

- Melhora os sintomas da TPM: um estudo recente sugere que o consumo de alimentos de origem vegetal ricos em ferro sejam aliados para o controle dos sintomas da TPM, e a beterraba é um deles. Uma das possíveis explicações, é que o ferro aumenta os níveis de serotonina no cérebro, ajudando a regular o humor, inibindo alguns distúrbios psicológicos da TPM como a depressão.

- Combate o envelhecimento precoce: devido a uma substância chamada betalaína, que é um ótimo antioxidante, o consumo de beterraba auxilia no combate aos radicais livres, agindo contra o envelhecimento das células e reduzindo o risco de alguns tipos de câncer.

Mas a melhor maneira de consumir a beterraba é crua, pois durante o cozimento a betalaína é perdida.

- Auxilia no emagrecimento: a beterraba tem poucas calorias, aproximadamente 44 calorias em 100 gramas. E é rica em fibras, que melhoram o funcionamento do intestino e aumentam a sensação de saciedade.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, a beterraba não precisa ser excluída da alimentação de diabéticos, apesar de ser fonte de açúcar. Ela deve fazer parte de uma alimentação saudável, porque é rica em fibras que auxiliam no controle glicêmico.


Comente

Últimas