Passe o Verão Numa Boa...

Passe o Verão Numa Boa

O verão chegou e com ele surge a grande preocupação em exibir um corpo em forma e saudável nos biquínis e decotes da estação mais quente do ano. Manter o ponteiro da balança no lugar torna-se questão de ordem. No entanto, passar as férias e as festas de final de ano sem ganhar alguns quilinhos extras, acaba sendo uma batalha árdua para muitas pessoas, que tentam se controlar a todo momento, deixando de curtir de maneira descontraída os passeios, os encontros familiares e as viagens.

Especialmente para os que estão vivenciando esse clima de preocupação, preparamos várias dicas, que serão muito úteis a quem está de malas prontas em busca de diversão e descanso, mas com disposição e saúde.

  • Quando se fala em praia e piscina, alguns cuidados sempre devem ser lembrados, para que o bronzeado tão desejado, não se transforme em prejuízos à pele. Primeiramente, não podemos nos esquecer que o sol é essencial à vida, sendo responsável em parte pelo crescimento corporal, pois contribui para a síntese de vitamina D na pele e conseqüentemente pela fixação do cálcio nos ossos. Para obtermos tal benefício, sem nos expormos a riscos, devemos tomar sol com a devida proteção dos filtros solares e nos horários recomendados, ou seja, antes das 11 e após às 16 horas (horário de verão);
  • Alimentos ricos em betacaroteno e vitamina C são recomendados para quem quer desfilar com um bronzeado bonito e duradouro no verão. O betacaroteno serve de matéria-prima para a síntese vitamina A, a qual auxilia na produção de melanina, o pigmento que confere o tom bronzeado à pele. Por outro lado, a vitamina C é um potente antioxidante, combatendo os radicais livres e protegendo a pele. Esses nutrientes estão presentes em grandes quantidades em frutas e hortaliças, tais como: cenoura, mamão, abóbora, manga, damasco, pêssego, agrião, couve, espinafre, brócolis (fontes de betacaroteno), laranja, limão, acerola, morango, goiaba, kiwi, maracujá (fontes de vitamina C);
  • A necessidade de água do organismo aumenta com a atividade física e com a elevação da temperatura ambiente, situações em que o corpo transpira mais e portanto requer um aporte maior de líquidos para repor adequadamente as perdas, evitando assim a desidratação, comum principalmente em crianças, que se distraem facilmente com brincadeiras, não bebendo uma quantidade de água suficiente e em idosos, que devido ao processo normal de envelhecimento, perdem um pouco da sensibilidade, sentindo menos sede, apesar do organismo estar precisando de água. Para uma hidratação correta, é necessária a ingestão de no mínimo 2 litros ou 8 copos de líquidos por dia;
  • Entre os líquidos, sem dúvida o melhor é a água, entretanto sucos naturais, chás e água de coco também podem ser consumidos. A água de coco tem a vantagem de repor o potássio, principal mineral perdido no suor;
  • As bebidas que devem ser evitadas em excesso são os refrigerantes, já que sua capacidade de hidratação é pequena, em virtude da presença de gás e do alto teor de açúcar, as bebidas alcoólicas, uma vez que estimulam ainda mais a perda de água pela urina, além de serem calóricas e causarem outros malefícios ao organismo e os isotônicos pois contêm um teor de sais minerais elevado, sendo mais indicados para atletas, os quais têm uma perda muito intensa de água e sais minerais através do suor, necessitando de uma reposição rápida, obtida com esse tipo de bebida;
  • O consumo de alimentos ricos em sal (enlatados, salgadinhos, petiscos, embutidos), principalmente no verão, deve ser controlado para evitar retenção hídrica, juntamente com inchaço e aumento da pressão arterial;
  • É importante nessa época do ano, incluir mais frutas, verduras e legumes nas refeições. Esses alimentos contêm cerca de 80% a 90% de água e, em sua maioria têm poucas calorias e muitas fibras e vitaminas. Vale também consumir sucos naturais ou picolés de frutas, que no calor são uma delícia!;
  • Cuidado com a combinação açaí e granola, apesar de ser uma maravilha é super calórica e gordurosa;
  • Para facilitar a digestão e prevenir aquela desagradável sensação de moleza e sonolência após a alimentação, é bom optar por refeições de pequenos volumes, várias vezes ao dia (4 a 6), compostas por alimentos menos gordurosos (popularmente chamados de "alimentos leves"), que promovem uma digestão rápida, não comprometendo, nem sobrecarregando o aparelho digestivo. Entre esses alimentos, podemos citar: carnes magras, aves sem pele, peixes, queijos brancos, leite desnatado, geléia, gelatina, arroz, purê de batata, macarrão ao sugo, frutas, legumes e verduras;
  • Se você está em busca de um corpo esbelto, mantenha distância de petiscos e aperitivos calóricos, como amendoim, castanha, pistache, salgadinhos industrializados e frituras em geral (batata, mandioca, polenta, camarão, peixe). Prefira picles, queijo branco picado com orégano, tiras de legumes temperados, milho verde cozido (sem manteiga ou margarina), barrinha de cereais, frutas frescas ou secas (uva passa, damasco seco, banana passa), picolés de frutas e muita água;
  • Além de tudo, é fundamental estar muito atento também aos cuidados de higiene, que devem ser redobrados no verão, porque o calor e a umidade típicos da estação favorecem o crescimento de fungos e bactérias. Alimentos contaminados normalmente provocam vômitos e diarréias, gerando perigosos quadros de desidratação. As crianças são as principais vítimas. Nos restaurantes, prefira pratos cozidos ou grelhados. Evite sugestões regadas com molhos - onde as bactérias adoram crescer. Lembre-se: receitas preparadas com ovos crus, como maionese, mousses, sanduíches são alvos fáceis de contaminação e deveriam ser banidas das opções de verão. Com a água, então, todo zelo é pouco. Até mesmo o gelo da caipirinha, da raspadinha e do suco é ameaçador, porque a gente nunca sabe se aquele bar atraente e confortável à beira da praia, está congelando água limpa e potável.
  • Por fim, a última dica para aproveitar bem as férias e o verão é dormir bem. Oito horas por noite pode parecer muito, mas é o ideal para o corpo repor as energias gastas, e se refazer para um próximo dia ensolarado de muito agito!

    Comente

    Assuntos relacionados: nutrição verão sol praia piscina corpo em forma

    Últimas