Praia pede alimentação leve

Praia pede alimentação leve

No verão é difícil resistir à tentação de ir à praia. Sol, calor, férias e você até perde a noção do tempo. Passa horas e horas debaixo do sol, curtindo cada minuto. Mas o tempo passa e bate aquela fome.

Há vários tipos de alimentos disponíveis na praia, no entanto, com um calor forte é complicado encontrar uma refeição saudável e segura, pois os alimentos se deterioram rapidamente. O calor faz com que as bactérias presentes nos alimentos se reproduzam e se multipliquem mais rápido, tornando o alimento indesejável para o consumo. É preciso ficar atento às características dos alimentos, como cor, odor, textura e aparência. Olhar sempre a validade do alimento também é uma dica eficaz.  

Entre as opções disponíveis na praia, você encontra pastéis, camarão frito, queijo assado, sorvetes, sanduíches, salgadinhos e biscoitos. Se não for possível levar e armazenar em temperatura adequada o seu alimento, procure as opções mais saudáveis e que ofereçam menos riscos à sua saúde. Estar atenta à alimentação também na praia evita problemas com sua saúde e prepara seu corpo para aproveitar o verão numa boa.

Quando Seguir:

  • Escolha sempre alimentos que possuam uma validade maior, como biscoitos e salgados de pacote. Os de polvilho, por exemplo, que são leves e não têm uma condição que os faça estragar rápido;
  • Frutas e sucos de frutas também são uma boa pedida. São leves e de fácil digestão;
  • Picolés de fruta também são opções saudáveis. Eles são pouco calóricos e estão armazenados em temperatura adequada;
  • Sanduíches naturais são ideais para se comer na praia, desde que bem conservados. Procure os que contêm, além do pão, um alimento fonte de proteína (peito de peru, frango desfiado, atum em água ou queijos do tipo branco, cottage, ricota,) e uma salada. Evite os molhos.
  • Quando Parar:

  • Procure evitar alimentos pré-coccionados. Ou seja, já cozidos, assados ou fritos, pois após a cocção, o alimento não sofrerá mais nenhuma etapa para eliminação das bactérias e, com o passar do tempo e o calor, aumenta as chances do alimento estragar. Mas quando você estiver em um quiosque ou outro local com equipamentos adequados, onde o alimento pode ser servido na hora, consuma sem problemas;
  • Alimentos ricos em gorduras como doces e sorvetes muito recheados são de difícil digestão;
  • Queijos e outros alimentos não devem ficar muito tempo sem refrigeração, pois a tendência à contaminação é grande. Consuma-os somente se você souber a procedência.
  •    

    Comente

    Assuntos relacionados: alimentação nutrição verão praia

    Últimas