Saiba como ingerir isotônicos sem prejudicar a saúde

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

O uso inadequado da bebida pode agravar doenças como diabetes e hipertensão

Saiba como ingerir isotônicos sem prejudicar a saú

O mesmo líquido que te possibilita realizar exercícios com energia e hidratação também pode desenvolver uma série de doenças em seu corpo e até te fazer engordar! Dá para acreditar? Esse é o dilema dos isotônicos. Para que você não caia nas pegadinhas dessa bebida, saiba como aproveitar os benefícios corretamente.

Os isotônicos são conhecidos, antes de tudo, por repor energias de forma rápida. Além dessa vantagem, o famoso líquido esportivo ainda retarda a fadiga muscular, melhora a performance em atividades de longa duração e repõe a perda de sódio, potássio, fósforo e outros sais minerais.

Segundo a nutricionista Michelle Carpiné da Unimed Costa Oeste, o isotônico também pode ser indicado a pessoas "com desidratação causada por intoxicação alimentar, diarreia ou qualquer outra disfunção do organismo devido a patologias diversas". Isso porque fornece carboidratos que servem de energia para os músculos.

Lembre-se que nada em excesso faz bem. Aqui não fugimos à regra. A nutricionista explica: "Todo exercício resulta na perda de água pelo organismo. Mas nem sempre é necessária a reposição dos sais minerais".

E continua: "Para quem pratica atividades com duração de até uma hora - cerca de 10 km para os corredores - o isotônico ainda não é necessário. Já para meia maratona, por exemplo, ou exercícios superiores a uma hora, prolongados e extensos, as bebidas isotônicas são indicadas como forma de manter uma prática esportiva segura".

O uso inadequado da bebida pode agravar doenças como diabetes, hipertensão, disfunções renais e até mesmo resultar em ganho de peso, devido ao carboidrato, sódio e potássio.

Para não se sujeitar a esses vilões, Michelle nos orientou quanto ao consumo adequado.

"Aos atletas, o ideal é ingerir de 200 a 400 ml da bebida antes dos exercícios. Durante os exercícios, é recomendado consumir entre 50 ml e 2 litros de água e isotônico, dependendo da quantidade de suor perdida. Já após as atividades, o consumo ideal é de 1,5 litro de líquido para cada quilo perdido."

Para calcular quanto foi perdido de suor, o ideal é que a pessoa se pese antes de começar o exercício. Depois, se houve perda de 400 g, cerca de 400 ml de líquido pode ser reposto. "O correto é repor esta quantidade com metade de água e metade com isotônico", acrescenta.

E para fechar o exercício com chave de ouro, aposte em uma fruta!

Alessandra Vespa (MBPress)


  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: nutrição isotônicos beidas isotônicas

Últimas