Saiba mais sobre a Alimentação Japonesa

Saiba mais sobre a Alimentação Japonesa

Nos últimos anos, o consumo e interesse pelos alimentos japoneses têm aumentado.

Isso pode ser observado através da maior facilidade em adquirir produtos importados, antes somente conhecido pelos japoneses e descendentes residentes no Brasil além, do maior número de restaurantes típicos japonês.

Sabe-se que as características geográficas influenciam os hábitos alimentares de uma população. E no caso do Japão, isso não é diferente: em virtude da grande extensão do litoral e da presença de correntes marítimas frias e quentes, o Japão é uma das maiores nações pesqueiras do mundo.

Além da pesca, destaca-se também, o grande consumo de algas marinhas.

Apesar de sua reduzida área para a agricultura (menos que 15% do território), os japoneses aproveitam intensamente o espaço, aplicando técnicas modernas para o cultivo de cereais, hortaliças e frutas. No caso da pecuária, a falta de boas pastagens limita a atividade, fazendo com que ela seja desenvolvida em pequena escala.

Assim, pode-se observar o porquê da alimentação típica japonesa apresentar um alto consumo em:

Peixes

Cozidos, crus ou secos.

Algas marinhas

Como kombu, nori, wakame.

Vegetais

Cozidos ou refogados, tais como abóbora japonesa (kabocha), bardana (goboo), broto de feijão (moyashi), broto de bambu (takenoko), cogumelos secos (shiitake), espinafre japonês (horenso) e raiz de lótus (renkon) ou em conserva, como: acelga, berinjela, cebola, cenoura, gengibre, nabo (daikon), pepino e repolho.

Soja e derivados

Principalmente o queijo de soja, chamado tofu, consumido cru (com molho shoyu) ou cozido com legumes e carnes

Óleo de soja ou arroz

Utilizado no preparo dos alimentos.

Devido à limitação da pecuária no país, a produção de carne vermelha, de leite e seus derivados também ocorre em pequena quantidade, tornando o custo desses produtos elevado.

Enfim, pode-se afirmar que a baixa ingestão de gorduras saturada (presente principalmente na gordura de origem animal) e a alta ingestão de peixes e vegetais é um dos pontos mais benéficos da alimentação japonesa.

No entanto, o baixo consumo de leite e derivados (iogurte, queijos) pela população japonesa - em especial pelos adultos - não é um hábito a ser incentivado pois, a escassez desse tipo de alimento pode ocasionar, a longo prazo, carência de cálcio que está relacionada com o desenvolvimento da osteoporose.

Conheça, no quadro abaixo, algumas das preparações e alimentos típicos japoneses.

Saiba mais sobre a Alimentação Japonesa

Comente

Últimas