Um brinde ao champagne!

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Um brinde ao champagne

O champagne é um vinho branco mundialmente conhecido e produzido na região de Champagne, na França, através da fermentação de uvas plantadas em área delimitada. Conforme a lenda foi produzido quase ao acaso, por Don Perignon, nos fins do século XVII. Com sua experiência, foi aprimorando processos que resultaram na bebida conhecida hoje.

Um champanhe comum leva pelo menos dois anos para ficar pronto e os especiais até cinco anos. As uvas utilizadas são três: a Chardonnay, a Pinot Noir e a Pinot Meunier. É um vinho que tem nível significativo de dióxido de carbono, que faz borbulhar quando servido. O dióxido de carbono resulta de fermentação natural, seja ela feita dentro da garrafa (método champenoise) ou fora dela (método charmat). As borbulhas de CO2 que se formam são chamadas perlage.

Considerado por muitos o melhor vinho do mundo, o champagne tem suas características conforme os tipos de uvas, o solo e, principalmente, aos métodos de produção das uvas e da elaboração do vinho.

Aproveite as festas e brinde com o que mais lhe agradar, seja no sabor, seja no bolso Os diversos tipos (brut, extra-seco, meio doce e doce) são obtidos pela adição de um licor, elaborado a partir de substâncias e edulcorantes naturais, ou por adição de açúcar natural de uva ou de sacarose.

Atualmente os valores de uma garrafa das marcas mais conhecidas de champagne podem variar entre R$ 190,00 até R$ 990,00 reais, que é em média o que custa o champagne que leva o nome do seu criador Don Perignon.

Em alguns lugares do mundo a palavra champagne é usada como sinônimo de espumante. Pela legislação francesa, um vinho espumante só poderá ser chamado champagne se for produzido na região de champagne. Qualquer outro, mesmo que elaborado pelo processo tradicional deverá chamar-se espumante.

No Brasil, os vinhos espumantes geralmente são elaborados com uva moscatel, têm baixa graduação alcoólica e caracterizam-se pela suavidade.

Do ponto de vista nutricional, o champagne é uma bebida que pode ser apreciada com moderação sim. Muitos tipos de espumantes têm um teor alcoólico menor, por isso, fornecem menos calorias.

E o prosecco? E a sidra?

As duas bebidas são geralmente mais acessíveis do que o champagne e se tornam então uma boa opção para quem quer comemorar o reveillon e brindar à vontade.

O prosecco é um vinho italiano, branco e leve, geralmente frisante ou espumante. Prosecco é o nome da uva empregada e seu método de produção, normalmente, é o charmat, onde há uma segunda fermentação em tanques de aço inoxidável, com alta pressão. Deve ser servido fresco e nunca congelado. A temperatura ideal é 8º C, nunca a mais de 10º C, para isso conserve em um balde com gelo por 30 minutos.

A sidra é uma bebida fermentada, produzida a partir do suco de maçã. Pode-se tomar pura ou no ponche. Utiliza-se também na culinária, em sopas, cozidos ou na elaboração de vinagre. É tradicional da região de Astúrias na Espanha e também na França. Uma taça (150ml) de sidra fornece aproximadamente 60kcal.

Aproveite as festas e brinde com o que mais lhe agradar, seja no sabor, seja no bolso. O que importa é a alegria e bons pensamentos para 2008!    

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Últimas