5 mitos comuns sobre a Hipertensão

Algumas informações são essenciais para desmistificar a doença

5 mitos comuns sobre a Hipertensão

Quando o assunto é problema de saúde todo mundo tem aqueles cinco minutos de médico, diagnostica o amigo ou parente e até arrisca receitar uma medicação ou tratamento. O que é, sem dúvida, bem perigoso! Para evitar complicações, a necessidade de busca médica a qualquer persistência de sintomas é fundamental.

A hipertensão, por exemplo, é uma doença séria, grave e assintomática, ou seja, não apresenta sintomas. Segundo especialistas, ela ataca o organismo de forma lenta e silenciosa. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que a proporção de brasileiros diagnosticados com hipertensão cresceu nos últimos anos.

Hoje, estima-se que 1 em cada 4 brasileiros sofre de pressão alta. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) alerta que apenas 10% dos hipertensos brasileiros seguem tratamento adequado. E que 1/3 nem desconfia que tenha a doença.

Você não precisa ser médico nem tem a obrigação de saber tudo sobre a enfermidade. Mas algumas informações são essenciais para desmistificar a doença. Saber o que é real e inverdade a respeito do assunto é um bom começo. Abaixo, nós selecionamos os cinco mitos mais comuns sobre a pressão alta que circulam por ai. E se algum dia você escutar, saberá que não passa de mentira!

A pressão varia de pessoa para pessoa

Independentemente do sexo, idade, peso ou altura a pressão arterial ideal é 120/80. Mas 130/85 também é admissível. Acima desse valor é hipertensão e ponto final!

Pressão alta tem sintomas

Nada disso. Dor de cabeça e tontura não são sinais de pressão alta. Pelo contrário. A hipertensão é assintomática, ou seja, não tem sintomas. Por isso, todo cuidado é pouco. Da próxima vez que for ao médico, peça a ele para aferir sua pressão.

A hipertensão tem cura

Em 95% das vezes, a doença não pode ser curada. Apenas controlada. Somente em casos muito específicos, como a remoção de um tumor suprarrenal, por exemplo, a hipertensão pode ser curada.

Se a pressão estiver controlada, vou suspender a medicação

De jeito nenhum. A pressão está sob controle justamente por conta dos remédios! Só interrompa o tratamento por orientação médica. E nem faça uso de qualquer remédio por conta própria. A situação pode piorar.

Medicamento para hipertensão prejudica o desempenho sexual

Nem todos. Somente alguns antihipertensivos costumam provocar impotência sexual. E, mesmo assim, quando usados em altas doses. Consulte seu médico.


Por Natália Farah

Comente

Últimas